28 fevereiro, 2006

Todo castigo pra puxa-saco é pouco



Serra, Alckmin, Covas (que o Senhor o tenha... bem trancado!) e o PSDB, em geral, não vivem uma boa fase. E o azar deles contamina até os aspones (assessores de porra nenhuma) e puxa-sacos em geral.

Além de usar um helicóptero para jogar duas toneladas de pétalas de rosas sobre os foliões na avenida, durante seu desfile, a escola Leandro de Itaquera teve um carro alegórico decorado com bonecos do governador Geraldo Alckmin, do prefeito José Serra e de Mário Covas. Os bonecos eram articulados e andavam sobre os componentes.

O detalhe é que a escola recebe dinheiro da Prefeitura de São Paulo.

O PT entrou com ação na Justiça para vetar a entrada do carro no Anhembi. O argumento petista é de que como a escola recebe dinheiro da Prefeitura para fazer seu desfile, a homenagem ao prefeito e ao governador seria crime eleitoral, já que os dois são pré-candidatos do PSDB à presidência da República.

Castigo

Como todo castigo pra puxa-saco é pouco, hoje, após a apuração das notas do carnaval 2006, em São Paulo, a escola Leandro de Itaquera foi rebaixada para a Segunda Divisão. E isso em São Paulo, considerado o "túmulo do samba".

O tucano, enfiaram no piii...

2 comentários:

volgane disse...

é impressionante até onde pode chegar o descaramento humano. não são esses dois que vivem reclamando quando o lula viaja pra inaugurar as obras que realizou? não sei se entendi bem mas as obras agora são carros alegoricos de escola de samba? se a moda pega, literalmente teremos carnaval o ano inteiro! durma-se com um barulho desses!

Anônimo disse...

Sem dúvida. A cara de pau é tão grande que chega a dar nojo!