28 fevereiro, 2007

Suplicy no Iraque

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) foi autorizado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado a viajar no dia 7 de maio para Bagdá, onde defenderá o programa de renda mínima.

Animado com a idéia, Suplicy almoçou hoje com o deputado Ibrahim Jaafari, ex-primeiro-ministro do Iraque pós Saddam Hussein e presidente do partido majoritário. "Não tenho medo dos atentados. Vou lá, faço a palestra e volto", disse Suplicy.

Ou não.

Para mim, querem se livrar dele. Onde já se viu mandar um homem, com mais de 65 anos de idade, fazer palestra no Iraque?

Lá o pessoal está mais interessado no pragama "bomba mínima".

Sua Excelência, a vedete que viu

Virgínia Lane, 87 anos. Vedete e amante do Presidente Getúlio Vargas. Na terça-feira de carnaval, concedeu uma entrevista a Roberto Canázio, da Rádio Globo. O assunto: marchinhas de época. Quando mencionaram o Presidente Getúlio, Virgínia faz uma revelação bombástica:

"Eu tive paixão por esse cara (o Getúlio)"

"E você freqüentava mesmo o Palácio do Catete?"

"Você quer saber de uma coisa que vou dizer pela primeira vez? É meio perigoso... Eu estava na cama com ele quando entraram e o mataram. Ele foi assassinado, meu filho! Quando ouviu o barulho de gente entrando no quarto ele ainda chamou o Gregório Fortunato e mandou que ele me jogasse pela janela."

"Você viu o assassino?"

"Eram quatro homens de máscaras que atiraram nele. Dois deles ainda correram para o Jardim, tiraram minha roupa, me deixaram nua em pêlo e disseram “vai, vagabunda, vai arrumar outro presidente." Vou contar toda essa história no livro que estou escrevendo, “Sua Excelência, a vedete que viu”. Sou uma testemunha viva da morte de um homem com quem não tive um casinho, não. Passei quinze anos dormindo e acordando com ele."

Entre outras coisas.

Uma vedete, pelada, jogada pela janela, e fugindo do Palácio do Catete em meio a crise que culminou com a morte de Getúlio. E Gregório Fortunato, chefe da segurança Presidente, acusado de tentar matar Lacerda, correndo atrás dela. Uma cena memorável. Admito que me parece melhor do que a realidade.

"Sua Excelência, a vedete que viu." A historiografia nacional não será a mesma depois dessa obra.

Fábio, já consegui um tema para sua tese de mestrado. Corra, entreviste Virgínia Lane. Mas respeite a mulher. Já foi amante de um Presidente e tem idade para ser sua bisavó. Não a passe pelas armas.

27 fevereiro, 2007

Reforma Política 1 - Financiamento público de campanha

Quando se anuncia que o governo destinará dinheiro para que partidos e candidatos façam campanhas políticas, a primeira reação das pessoas é de espanto indignado. "Só faltava essa." "Agora ainda vamos pagar pela campanha?"

Contudo, gostaria de fazer duas observações:

1. O dinheiro gasto nas campanhas eleitorais é infinitamente maior do que os salários que os políticos receberão. Mesmo se contarmos as vantagens indiretas e as chamadas "verbas indenizatórias" (eu queria uma!);

2. Empresas doam milhões de reais para candidatos e partidos políticos. Poderia até acreditar em patriotismo, ou no sincero desejo de alguns empresários em ajudar o melhor candidato. Acontece que a maioria das grandes empresas faz doações para todos os candidatos e todos os partidos. Ou para os que aparentam alguma chance de sucesso. Por que?

As empresas fazem negócios com os governos. E os governos elaboram leis, regulamentos e normas que atingem as atividades das empresas e seu faturamento.

Por essa razão, grandes grupos empresariais aproximam-se de candidatos que tenham chances de vitória e fazem doações bastante consideráveis. Buscam garantir que determinadas obras ou serviços sejam realizados, em condições que beneficiarão tais grupos. E também que o futuro governante não tomará qualquer medida que possa afetar seus interesses.

Assim, temos um sistema político corrompido na origem. Não pode fazer campanha quem não recebe doações. Não recebe doações quem não comprometer seu mandato. Com raríssimas e quase inexplicáveis excessões.

Acredito que o financiamento público das campanhas reduz, de forma bastante considerável, o poder econômico no processo político. Um candidato poderá fazer campanha sem a necessidade de "acordos".

Em termos.

Ninguém é suficientemente ingênuo para acreditar que o poder econômico será afastado completamente da disputa politica. Não será. Mas as condições de disputa serão mais iguais e, portanto, mais justas.
Ontem, tive o prazer de conhecer Paul Singer, Zilah Abramo e outras personalidades ilústres de esquerda. Em alguns dias, publicarei fotos com todas estas pessoas e um pouco de suas histórias.
Inesquecível!
"O corpo não é uma máquina como nos diz a ciência. Nem uma culpa como nos fez crer a religião. O corpo é uma festa."
"A chuva que irriga os centros de poder imperialista afogas os vastos subúrbios do sistema. Do mesmo modo, e simetricamente, o bem-estar de nossas classes dominantes – dominantes para dentro, dominadas para fora – é a maldição de nossas multidões, condenadas a uma vida de bestas de carga."

Eduardo Galeano

26 fevereiro, 2007

O filho do homem


Um documentário a ser exibido no Brasil no dia 18 de março afirma ter identificado o túmulo onde foram enterrados Jesus Cristo, sua mãe Maria, e Maria Madalena.

Intitulado The Lost Tomb of Jesus (ou "O Túmulo Perdido de Jesus", em tradução livre), o documentário foi produzido pelo diretor do filme Titanic, James Cameron, para o canal de TV Discovery Channel.

As supostas revelações do documentário fazem referência a um túmulo encontrado em 1980 no subúrbio de Talpiot, em Jerusalém. Nele, os arqueólogos encontraram dez caixões – ou repositórios de ossos – e três crânios. Seis deles portavam inscrições que foram traduzidas como Jesus, filho de José; Judá, filho de Jesus (foto); Mariamne (apontado como o verdadeiro nome de Maria Madalena); Maria; José; e Mateus.

Mas, à época, o achado não gerou grande interesse, porque os nomes eram comuns há dois mil anos. Quinze anos depois, a equipe submeteu os resíduos de ossos a testes de DNA, e verificou que não havia parentesco entre os ossos que seriam de Jesus e Maria Madalena, levando-os a concluir que ambos só poderiam estar na mesma tumba se fossem casados.

fonte: BBC-Brasil

Jornalista descobre que tucano bica e assopra!

"Fazendo uma pesquisa no site do "Jornal Bom Dia Sorocaba", digitamos as palavras "Santas Casas" e qual não foi nossa surpresa com as duas manchetes que apareceram como resultado da busca: "Secretário anuncia ajuda às Santas Casas do Estado" (9/1/2007); e "Orçamento reduz o repasse das Santas Casas em R$ 104 milhões" (26/2/2007).
Retrato mais claro da política de saúde do PSDB para o Estado de São Paulo seria impossível de encontrar.
A matéria do mês de janeiro diz que "...começa, a partir de abril, a efetuar repasses para 136 Santas Casas e hospitais filantrópicos, para amenizar a crise nos caixas".
Já a matéria do mês de fevereiro é aberta assim: "As Santas Casas de Misericórdia do Estado de São Paulo vão perder R$ 104 milhões neste ano, na comparação do valor destinado a elas em 2006 no Orçamento do governo do Estado".
A peça Orçamentária, onde consta esse corte de R$104 milhões dos repasses do Governo do Estado para as Santas Casas entrou hoje (26/2/2007) na pauta de votações da Assembléia Legislativa de São Paulo.
Agora, compete à população acompanhar qual será o posicionamento de cada um dos deputados estaduais que elegeu."
______________________
Texto recebido de Priscila Beck Guimaraes Antunes, jornalista e assessora parlamentar do Dep. Estadual Hamiltom Pereira (PT).

25 fevereiro, 2007

A reforma política e o "consenso progressivo"

Já que a reforma política é recheada de temas polêmicos, o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, pretende “fatiá-la” e votar os temas por "consenso progressivo". Votam o que for consenso entre os parlamentares. As outras propostas ficam para depois, quando forem "construídos novos consensos".

Em outras palavras: o resto vai para a gaveta ou para o cesto arquivo.

Segundo divulgado pelo blog do Zé Dirceu, são quatro os pontos que podem ser aprovados: financiamento público das campanhas, fidelidade partidária, lista fechada e o fim das coligações proporcionais. O relatório do deputado Rubens Otoni, do PT, está pronto para ser votado e o Senado já aprovou essas medidas.

Se aprovadas, tais propostas implicam que:

1. As empresas e as pessoas físicas não podem mais doar dinheiro para os candidatos e para os partidos. A influência do poder econômico seria bastante reduzida.

2. Os deputados não poderão trocar de partido ao sabor das conveniências. Quem mudar de partido, perde o mandato.

3. A lista fechada é, provavelmente, a mais radical das propostas. Os eleitores não votarão nos candidatos. Votarão nos partidos. Os partidos, antes das eleições, apresentarão listas com seus candidatos, em ordem pré-determinada. Se um partido tiver 10% dos votos, terá 10% dos cargos em disputa, que serão preenchidos pelos primeiros da lista previamente elaborada. Tal proposta reduz bastante os custos de campanha, a possibilidade de corrupção, faz com que o debate seja sobre idéias e projetos. É criticada por dar muito poder para as direções partidárias.

4. Com o fim das coligações proporcionais o eleitor terá a certeza de que seu voto irá para partido que escolheu. Ajuda a enfraquecer as chamadas legendas de aluguel, mas também atinge legendas históricas como o PCdoB.

Isso muda radicalmente o mundo político Brasileiro. E ainda devem ser discutidos o voto distrital ou distrital misto, o fim da reeleição em cargos executivos, a limitação da reeleição em cargos legislativos, a autorização para que o Presidente convoque referendos ou plebiscitos, a redução do mandato dos senadores e o chamado "recall" (a possibilidade dos eleitores revogarem o mandato dos parlamentares).

É muita coisa. Voltarei ao assunto nos próximos dias.

Paraíso Refrigerado, de Henry Miller

Coletânea de textos de Henry Miller sobre os Estados Unidos, que foi publicada agora pela editora Francis.

"Esteticamente, somos talvez o povo mais conservador do mundo. Precisamos estar completamente bêbados para aceitar alguma coisa. Nossa educação é tão absoluta – e tediosa— que somos incapazes de gostar de alguma coisa nova, enquanto não nos explicarem do que se trata."

* * * * *

"Este mundo que está se construindo me enche de horror. Eu o vi germinar; posso vê-lo como um projeto. Não é um mundo em que eu queira viver. É um mundo adequado a monomaníacos obcecados com a idéia de progresso –mas um falso progresso, um progresso que fede. É um mundo coalhado de objetos inúteis que homens e mulheres, a fim de ser explorados e degradados, aprendem a ver como úteis (...) Neste mundo, o poeta é anátema, o pensador, um tolo, o artista é um escapista, o homem de visão, um criminoso."

* * * * *

"Um homem sentado em uma poltrona confortável em Nova York, Chicago ou São Francisco, um homem cercado de todo luxo e no entanto paralisado pelo medo e pela ansiedade, controla a vida e os destinos de milhares de homens e mulheres que nunca viu, que nunca deseja ver e por cujo destino tem absoluto desinteresse."

Soldado norte-americano é condenado a 100 anos de prisão por estupro e assassinatos no Iraque


O sargento Paul Cortez, que confessou ter participado do estupro de uma iraquiana de 14 anos e da morte da menina e de sua família, foi sentenciado a um século de pena numa prisão militar.

Cortez afirmou que os soldados James Barker, que também se declarou culpado, e o Steven Green (foto), já expulso do Exército, escolheram aquela casa pois sabiam que lá só havia um homem, o que a tornava "um alvo fácil".

Uma vez lá dentro, Green levou a mãe, o pai e a irmã menor da adolescente para um quarto. Cortez e Barker mantinham a menina Abeer Qassim al-Janabi na sala, onde se revezaram violentando-a.

O militar contou que Green atirou nos parentes da menina dentro do quarto e então violentou a adolescente também.

O buraco é mais embaixo

O portal G1 da Globo.com divulgou que o Consórcio Via Amarela pretende processar civil e criminalmente o técnico em soldagem Nelson Damásio, contratado pelos próprios empreiteiros para analisar a estrutura metálica da futura Estação Fradique Coutinho da Linha 4 do metrô. Em seu laudo, Damásio apontou existência de trincas, rachaduras e gambiarras na soldagem das vigas e apontou a possibilidade de um "acidente de proporções imprevisíveis", na estrutura.

O consórcio, formado pelas "cinco irmãs" - as maiores empreiteiras do Brasil -, também conhecido como consórcio- tomara-que-caia, decidiu processar o soldador. Se não der certo, o mordomo.

As obras têm que ser concluídas. As gambiarras são assustadoras. A maioria dos deputados encarregados da investigação foram financiados pelo consórcio.

Não tem pra onde correr.

23 fevereiro, 2007

Rússia, 23 de Fevereiro de 1906 - fim ao Império Romanov


23 de Fevereiro era o Dia Internacional da Mulher há 100 anos atrás, foi também neste dia em 1906, que trabalhadores e soldados russos iniciaram uma jornada de luta que acabaria derrubando o Czar Nicolau II, pondo fim ao Império, dando os primeiros passos rumo a Revolução que mudaria os rumos da humanidade - a Revolução Russa de 1917.

Em 1906 os revolucionários estavam mais prudentes por conta do massacre de 1905, mesmo assim, as operárias têxteis iniciaram uma greve que ninguém sabia onde iria parar, não havia previsão nem planejamento do desenlace, e as forças da repressão agiram cruelmente: de Janeiro a Abril de 1906 cerca de 14 mil pessoas foram mortas e 70 mil presas ou deportadas.

Assim se sucedeu a jornada que só parou com queda de Nicolau:

No dia 24, metade dos operários industriais de Petrogrado entrou em greve, as palavras de ordem que começavam a surgir eram “abaixo a autocracia!”, “abaixo a guerra!” ;

No dia 25, 240 mil saíram às ruas, agora com estudantes, operários, trabalhadores dos bondes, populares, etc.;

No dia 26 - "Domingo Sangrento" -, não havia trabalho, não se podia medir a força das fábricas, o exército entra em ação, os manifestantes gritam a cada encontro com os soldados “marchem conosco!”, “não atirem em seus irmãos!”; ainda no dia 26, o regimento Pavlovsky, da guarda fiel de Sua Majestade, se rebela contra o comando inaugurando uma série de sublevações de vários regimentos de soldados. No dia 27, houve uma enxurrada de sublevações de soldados, greve geral, protestos, bloqueios, tomada de locais públicos e os últimos enfrentamentos, os carros militares já desfilavam nas ruas com bandeiras vermelhas. Os presos são libertados. A multidão toma o Palácio de Inverno. A insurreição se espalha para Moscou e grandes cidades do país.

O czar já tendo suas medidas de repressão desobedecidas e suas ações de governo paralisadas há dias, renuncia no dia 2 de março. Em seguida, por ordem do Csar, é criada a Duma (Parlamento da Russia) dando fim ao Império Romanov.

Voltou atrás

O Prefeito Vitor Lippi voltou atrás na questão do aumento de seu salário. Acredito que tenha tido clareza do quanto isto "queimou o filme".
Espero que tenha a mesma postura com relação à CEI nº01.
Aguardamos!!!



Mais um fundo de reportagem do Bah Caroço!!!!


Descobrimos que Maria Lucia Amary, antes de ser a Barbie da Assembléia, trabalhava no programa do Chaves.


As fotos comprovam a evolução - Chiquinha / Maria Antonieta e a agora como Maria Lucia.

Novo Bah!Caroço

Logo, logo teremos um novo layout para o blog!
Aguardem!!!
Flávia Piovesan é professora doutora da PUC-SP nas disciplinas de Direito Constitucional e Direitos Humanos, professora de Direitos Humanos do Programa de Pós-Graduação da PUC.
Conheci a professora Flavia numa das Semanas Jurídicas da Fadi. Anos se passaram, e a reencontrei na Semana Jurídica da Unip. Depois, quando iniciei os estudos na Escola de Governo (não concluído), do Professor Fabio Komparato, tive aula com ela.
Na Carta Maior, há um artigo dela sobre a Redução da Maioridade Penal.
Interessantíssimo.
Tá aqui o link:
O Cruzeiro do Sul publicou, em seu Editorial, o caso sobre a CEI nº01, dizendo que o Prefeito deveria ser democrático e se reunir com as mães.
Já nos posicionamos: somos pela permanência da escola, tendo em vista seu valor histórico - é a número 1!!! - e eficiência.

22 fevereiro, 2007

"Esse espaço só não pode ser o CEI 1"

Wal-Mart enfrenta processo por discriminação

O tribunal federal de apelação de São Francisco decidiu, no início deste mês, que as queixas apresentadas por seis ex-funcionárias da Wal-Mart por discriminação salarial pode ser considerado um processo coletivo.
O acórdão reconhece, desta forma, que às atuais queixas podem se juntar as de cerca de 1,5 milhões de mulheres que trabalharam no maior empregador privado dos EUA entre 1998 e 2004, fato que abre caminho a uma ação de classe sem precedentes nos tribunais norte-americanos.
Nos últimos anos, a empresa tem enfrentado inúmeros processos por discriminação salarial, pelo não pagamento de horas extras ou por empregar nos seus quadros imigrantes ilegais.
Simultaneamente, cresce entre as populações uma reação negativa à instalação de novos pontos de venda da cadeia. As comunidades acusam a Wal-Mart de arrasar a economia local e de impor o nivelamento dos salários e das regalias sociais por baixo em cada região onde constrói novas lojas.

Reflorestamento: chineses pintam montanha de verde

As autoridades do vilarejo de Fumin, no sul da China, tomaram uma decisão que irritou os moradores do local.

Uma pedreira funcionava na encosta da montanha Laoshou e para disfarçar o desmatamento da área, os governantes resolveram mandar pintar o solo com uma coloração verde metálica.

O governo local alega ter motivos econômico, pois, estima-se que o gasto em tinta foi de US$ 48 mil. Reflorestar o local sairia muito mais caro.

O caso só veio à tona após denúncias da população para jornais de Pequim e Xangai.

Agora não falta mais nada...

21 fevereiro, 2007

Para onde caminha a humanidade?

Sabe aquela notícia que faz você pensar se a humanidade ainda tem alguma esperança de redenção? Um crime tão brutal que não é possível fazer qualquer comentário.

Se você pensou em uma criança arrastada até a morte pelas ruas do Rio de Janeiro, enganou-se. Outra barbaridade praticada por um "de menor" que não pagará por seus erros, ou melhor, não será castigado de acordo com seu desejo? Também errou.

Estou falando de homens que podem - e serão - responsabilizados por seus crimes. Serão condenados à morte. Na melhor das hipóteses, à prisão perpétua.

Ontem, um militar norte-americano submetido a corte marcial chorou ao descrever como ele e seus colegas planejaram o estupro de uma menina iraquiana de 14 anos, assassinada junto com sua família.

O sargento Paul Cortez, 24 anos, é o segundo soldado a confessar os crimes ocorridos em março de 2006 em Mahmudiya, ao sul de Bagdá. Os soldados em seguida jogaram querosene no corpo da menina e atearam fogo na tentativa de ocultar o crime.

"Enquanto jogávamos baralho, Barker e Green começaram a falar de fazer sexo com uma iraquiana. Barker e Green já sabiam... Barker e Green já sabiam a qual, hum, casa eles queriam ir. Sabiam que só havia um homem na casa, e sabiam que seria um alvo fácil", disse Cortez, chorando.

"Uma vez lá dentro, Green levou a mãe, o pai e a irmãzinha da menina para um quarto, enquanto Cortez e Barker apanhavam Abeer Qassim Al Janabi na sala, onde se revezaram violentando-a."

"Ela ficou se contorcendo, tentando manter as pernas fechadas e dizendo coisas em árabe. Durante o tempo em que eu e Barker ficamos estuprando Abeer, ouvi cinco ou seis tiros vindo do quarto. Depois que Barker acabou, Green saiu do quarto e disse que tinha matado todos eles, que todos estavam mortos. Green então se colocou entre as pernas de Abeer para estuprá-la", concluiu Cortez, ainda soluçando.

Fim.

PS: O depoimento do sargento Paul Cortez foi transcrito conforme divulgado pela agência Reuters.

Massacre

O temporal que atingiu Sorocaba ontem provocou a morte de dezessete garças no Parque Zoológico Municipal "Quinzinho de Barros". Foram atingidas por pedaços de árvores e pedras de gelo.

Infelizmente o temporal não fez qualquer vítima no poder público municipal.

Fizemos, antes do carnaval, reunião com o Deputado Estadual Hamilton Pereira mais o Diretório Acadêmico da Fatec, a fim de discutir a proposta do governo do Estado para desvincular o Centro Paula Souza.
Somos contrários!!!

Roberto Freire pirou o cabeção

O Deputado Federal Roberto Freire, do PPS, pirou o cabeção no carnaval.
Estava no camarote da Brahma e foi pedido que colocasse a camisa da cerveja, única condição para personalidades permancerem lá.
Com um copo de chopp na mão, camisa aberta até o início da barriga e "levemente" picado, Roberto Freire se recusou, dizendo que não sabia desta condição.
Então, um empresário começou a chamá-lo de comunista, e ele se ofendeu.
Roberto Freire, depois que se aliou com o PFL (PD), PSDB, e etc só poderia se sentir ofendido mesmo!!!

20 fevereiro, 2007

Agora sim:


Feliz Ano Novo!!!

Do blog da Maira


Onde o dia não é prioridade
Nascer é um resvalo.
E a moça que caminha entre as horas de atraso
Prende um feixe de luz clandestino.
Menina/Menino
(Foto: Renata Rocha/ Bairro Nova Esperança – Sorocaba)

"O Marxismo na América Latina" é uma obra da Fundação Perseu Abramo. Coletânia dos principais textos e documentos de grandes referências do marxismo latino-americano. Também com boas teses da Internacional Comunista, do início do século XX.
Leio aos poucos, como são textos a esmo, apenas com critério cronológico, não há necessidade de estabelecer grande raciocínio lógico ou memorização.
A Fundação Perseu Abramo tem boas obras, com ótimos preços.
É interessante, pois percebo claramente que a história se repete, trotskistas e stalinistas (ou leninistas) se digladiam com os mesmo argumentos de hoje.

19 fevereiro, 2007

Sugestão para uma noite de carnaval

Na programação do telecine cult (canal 65 da NET) hoje:


18h15 - Fahrenheit 451, de François Truffaut

20h20 - Intervalo para jantar e ler a "Caros Amigos" deste mês

22h00 - O declínio do império americano, de Denys Arcand

23h50 - A fraternidade é vermelha, de Krzysztof Kieslowski


E terça-feira acordar às 06h00 para trabalhar. Quem aguenta?

Perigo! Piloto norte-americano no comando.

Segundo a Agência Estado, a Aeronáutica vai instalar um tipo de alarme sonoro e visual nas telas dos radares dos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindactas) para alertar aos controladores de vôo em caso de desaparecimento do número do transponder que identifica um avião. A decisão ocorreu porque, na avaliação da Força Aérea Brasileira (FAB), a causa primordial da tragédia com o Boeing da Gol foi o fato de o transponder do jato Legacy não estar funcionando.

Para o alarme visual, na tela dos radares, sugiro: "Perigo! Piloto norte-americano no comando."


Conjunto de erros

O jornalista Paulo Henrique Amorin, em seu blog Conversa Afiada, comenta a abordagem da imprensa, em particular da rede Globo, sobre o acidente entre um Boeing da GOL e um jato Legacy:

É mais ou menos assim: a fabricação e a condução do Titanic revelaram “um conjunto de erros”.

Porém, um erro foi fatal: o comandante não viu o iceberg.

O conjunto de todos os outros erros não teria provocado a tragédia.

Mas não ver o iceberg provocou.

Não ligar o transponder foi o erro que provocou a tragédia.

Não foi “um conjunto de erros”.

“… não acredito que os jovens estejam menos politizados. Temos o exemplo das últimas eleições, em que a participação da juventude foi muito expressiva. Mais de três milhões de jovens entre 16 e 17 anos confeccionaram seu título e puderam votar pela primeira vez, mesmo o voto não sendo obrigatório nesta faixa etária…”

Bom o artigo de Melchiades Filho, na Folha de São Paulo de hoje: "Esquerda Festiva".
Os editoriais do jornal Cruzeiro do Sul estão me surpreendendo dia após dia. O editorial, ao que me parece, adota postura crítica, diferenciada, seja qual tema for. No de hoje, fala do carnaval e sua importância para a cidade. Ontem, contestou o aumento do salário do Prefeito Vitor Lippi (PSDB), e sua postura, ao dizer que doaria a diferença do aumento ao Fundo Social de Solidariedade, questionando, o editorial diz ser mais interessante ter vetado o aumento.

Depois a gente se vira!

O carnaval em Sorocaba sobrevive!
Sem grandes incentivos da Administração atual, os blocos se organizam mediante patrocinadores e vendas de camisas.
O Bloco "Depois a gente se vira" é o mais tradicional da cidade.
Não sou grande participante de carnaval. Fico meio perdidão.
Mas curti o bloco do Depois. Tradicionalmente composto por artistas e intelectuais.
Em geral, representantes da esquerda sorocabana.
Senti-me em casa.
Não é a primeira vez que vou ao Bloco do Depois. O mais criativo, ousado e politizado de nossa cidade. Um ambiente propício para a diversão dos não-entucanados.
Aliás, acho que é um dos únicos lugares que os tucanos de Bah!Caroço ficam intimidados!
Encontrei alguns, estavam perdidinhos!
Logo abaixo, em outra postagem, estão fotos do desfile.
Foram tiradas por Fabricio Viana.
E parabenizando a companheira Edméia Pereira, espero contemplar todos os organizadores! Estava muito bom!






18 fevereiro, 2007

O buteco é mesmo um partrimônio cultural inesgotável e muitas vezes não nos damos conta disso. Estas são as últimas pérolas colhidas na noite sorocabana:

"Se o amor é cego, o negócio é apalpar."

“Decidi emagrecer e parar de beber, resultado: Em duas semanas perdi 14 dias de gandaia.”

"Dívida minha é sagrada. Que Deus lhe pague.”

C.E.I. 01, Vila Hortência

Talvez aí esteja uma das grandes importâncias de se ter alguém comprometido com as raízes da cidade, que tenha crescido aqui, estudado aqui, vivido aqui.
O Centro de Educação Infantil nº 01, localizado à Vila Hortência, é o mais antigo de nossa cidade. Por lá, passaram crianças que se tornaram ilústres personalidades sorocabanas.
É um lugar querido, e de grande estima para os moradores.
Também bastante amado por todos que lá estudaram.
Lá, estudei nos idos de 88 e 89, com 5 e 6 anos. Minha primeira escola. À época, conhecida como Pré-escola Municipal (PEM-SO) nº01. As tias Rosinha e Leda foram minhas professoras. Não me esqueço delas. Dos amigos. Do parquinho. Da formatura.
Só de pensar na possibilidade de não observá-la na Nogueira Padilha, entristeço-me. Sua demolição aniquilará a lembrança dos meus tempos de criança. Exterminará a recordação que tenho de meu avô, já falecido, vindo me buscar. Destruirá o meu passado vivo! E de tantos outros!
O vínculo emocional com a cidade, de raiz, é necessário para que se tenha esta percepção!
Portanto, se há problemas com a estrutura do prédio, sane-o!
Senhor Prefeito: não o tombe - na abominável acepção do termo!

17 fevereiro, 2007

O tatu e a tartaruga

A história está no site do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (www.trf1.gov.br). Vai completar nove anos. Em meados de 1998, vinha o cidadão - um pedreiro, cujo nome não foi revelado - pelas estradas do sul de Tocantins. Foi parado no posto da Polícia Rodoviária Federal de Gurupi.

Os policiais encontraram no carro um tatu morto. Isso mesmo: um tatu! O homem pretendia comê-lo. Mas o IBAMA e o Ministério Público Federal resolveram mover uma ação pública contra o cidadão por danos ao meio ambiente.

Nesta semana, o juiz federal substituto da 1ª Vara Federal de Tocantins, Adelmar Aires, enfim, conseguiu julgar improcedente o processo. O juiz enfatizou que transportar um tatu abatido não configura o tal dano, especialmente porque "não ficou provado que foi o réu o autor do abate do animal". Ainda segundo o juiz:

"Durante quase nove anos, e ao longo de 215 folhas, foram expedidos 13 mandados, 12 correspondências e uma carta precatória; o Diário da Justiça foi utilizado duas vezes; foram proferidos 10 despachos, cinco decisões e designadas quatro audiências; mais de 160 atos foram praticados pelos servidores do Poder Judiciário".

fonte: informe JB


A tartaruga é a Justiça Brasileira. O único autor que os professores de direito processual brasileiro deveriam ensinar é Kafka. Só Kafka.

O Juiz ainda "julgou improcende por falta de provas" um absurdo desses. Deveria ter sentenciado da seguinte forma:

"Rasgue-se essa merda de processo e jogue-se no lixo. Dê-se uma surra de espada de São Jorge no promotor que apresentou essa porcaria de denúncia. Dê-se uma surra caprichada nos escreventes e oficiais de justiça que não colocaram fogo nisso antes. Remeta-se cópia para a corregedoria da polícia rodoviária federal com a sugestão de que o tatu seja exumado e os policiais sejam obrigados a comê-lo. Por derradeiro, este Juiz deverá correr pelado pelas dependências do fórum e, aqueles que assim desejarem, poderão apagar cigarros em suas nádegas."

Juvenil fora do PT

O deputado Juvenil Alves protocolou ontem no diretório mineiro do PT o seu pedido de desfiliação do partido. Ele foi indiciado pela Polícia Federal em inquérito que investigou um esquema de blindagem patrimonial de empresas devedoras de tributos e sonegação fiscal.

Juvenil também é suspeito de cometer crime eleitoral. Por conta das acusações, enfrentava processo na Comissão de Ética do PT, que poderia culminar com sua expulsão.

Apesar dos pesares, o PT ainda é um partido de grande identidade ideológica. Sempre me indignou que aceitasse a filiação de pessoas sem qualquer vínculo historico com a luta dos trabalhadores. Ou de pessoas francamente oportunistas, que pulam de legenda em legenda, em busca de um lugar melhor ao sol.

O Juvenil já vai tarde. Espero que ele se arrependa de seus erros. Cumpra os longos anos de prisão que o aguardam. Depois, quem sabe, faça uma autocrítica, entregue sua fortuna para os pobres e encontre a paz de espírito.

Que São Jorge o ajude na busca da redenção.

Em tempo: "longos anos de prisão" é figura de linguagem. Estamos no Brasil. Ainda se o deputado tivesse sido surpreendido comendo um tatu...

16 fevereiro, 2007

O Prefeito mais caro do Estado

O prefeito de Sorocaba, Vitor Lippi (PSDB), e seu vice, Geraldo Caiuby (PSDB), terão um aumento de 14,75% nos seus salários.Com isso, Lippi passa a receber R$ 17.212,50 por mês e Caiuby, R$ 10.327,50. Além deles, também tiveram aumento os secretários municipais, que receberão o mesmo salário de Cauiby.

O projeto inicial só concedia aumento para os secretários municipais. Uma emenda apresentada pelo líder acabou concedendo reajuste para Lippi e Caiuby. Martinez disse que não era justo apenas os secretários terem o reajuste. ”Como que um vice pode ganhar menos que o secretário?“

Na votação, apenas os vereadores do PT, Arnô Pereira, Francisco França e Tânia Baccelli, foram contra.

A Câmara de Sorocaba também aprovou um reajuste de 3,5% nos salários dos servidores públicos municipais. O índice também será aplicado aos vencimentos dos vereadores e dos funcionários do Legislativo. Com isso, os salários dos vereadores passarão dos atuais R$ 6.640,27 para o valor de R$ 6.771,28.

fonte: Jornal Bom Dia

Segundo a TV TEM divulgou hoje, Lippi ganha mais do que os prefeitos de Campinas e da capital. Ganha mais do que o governador e do que o presidente da república.

Por que será que reajustaram o IPTU?

E a pergunta que não quer calar: que raios faz o vice-alcaide de Bacaroço para ganhar dez mil por mês?

Atraso

Segundo a Infraero, um terço dos vôos estão atrasados hoje.

Segundo a rádio peão, todos os ônibus estão atrasados hoje.

E o Apocalipse?

Recordava hoje que, no ano passado, durante os debates mais acirrados da campanha presidencial, Alckmin dizia que, se reeleito, Lula não conseguiria empreender grandes realizações e seria prisioneiro de uma crise política interminável.

Lula foi reeleito. Elegeu para presidir as duas casas do Congresso Nacional seus aliados. Lançou o PAC (elogiado até por setores da oposição) e formou uma aliança com o PMDB inteiro (quem diria!). Mostrou que o "rombo da previdência" é conversa para boi dormir e os programas sociais seguem em frente. Vai montando seu ministério sem pressa.

Hoje, reuniu-se com o companheiro Evo Morales e fechou acordo com a Bolívia sobre o gás natural. Eles receberão um pouco mais (ainda pagaremos menos que a Argentina). E o Brasil garantiu o fornecimento do combustível.

É o segundo apocalipse anunciado sobre Lula que não aconteceu. Haverá um terceiro?

15 fevereiro, 2007

Senado aprova punição maior para aliciamento de menores em crimes

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou, por unanimidade, o projeto de lei do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), que amplia penas para adultos que envolvam crianças e adolescentes em crime.

O projeto de lei 118/03 altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Propõe que toda a quadrilha que envolva menores no cometimento de crimes terá agravamento de pena para quatro a até 15 anos de reclusão. Em caso de ocorrência de lesão corporal, a punição aumenta em um terço. Se houver morte, ela pode ser até duplicada.

A próxima proposta de Mercadante é discutir mais uma alteração no Estatuto da Criança e do Adolescente. Atualmente o ECA estabelece um período de internação de, no máximo, três anos para o jovem infrator. Segundo a proposta do Senador, esse prazo será de até 05 anos. Em casos excepcionais, mais graves, esse prazo poderá chegar até 10 anos em condições especiais a serem definidas pelo ECA.

Coletivo Garantia de Luta


Há quinze dias atrás, o coletivo Garantia de Luta, grupo político do Partido dos Trabalhadores, ao qual os membros deste blog participam, reuniu-se para discutir o próximo Congresso do PT.
A tese, documento elaborado pelo coletivo, a respeito do que pensa sobre o PT e seu futuro, já foi elaborado.
Logo, publicaremos aos leitores deste blog.
Paulo Teixeira, deputado federal, é uma das referências deste coletivo. O documento "Mensagem ao Partido", já publicado neste blog, leva sua assinatura.
"Reformar o processo eleitoral é preciso" é o artigo mais lúcido sobre o problema da violência e a legislação penal, que li nos últimos dias. Como sempre, algo ocorre, as emoções se afloram, e as consequencias, equivocadíssimas. De Marcio Thomaz Bastos.
Está na página A-3 da Folha de São Paulo de hoje.

14 fevereiro, 2007

Aero$erra

"Mônica Bérgamo, na Folha de hoje, noticia que José Serra, o governador que não dorme, recomprou o avião HS, que era da CESP, vendido por Cláudio Lembo para que Geraldinho Alckmin fizesse demagogia na campanha eleitoral de 2006, criticando o avião presidencial."
"Certo está o governador Serra. Como pode um Estado como São Paulo não ter um avião para o seu governador? Errado estava Alckmin. Fez demagogia com nosso dinheiro. Fica muito mais caro alugar um avião, do que o Estado ter e manter um."

Meus amigos blogueiros reclamam quando fico tempo sem escrever aqui.
Pois agora, tenho em minhas mãos uma máquina digital. E também aprendi a "jogar" as fotos no computador. Postarei agora fotos da minha formatura e de meus amigos.

Olhar para o espelho ou para a janela?

O brutal assassinato do menino João Hélio Fernandes nos revoltou. Mais que isso. Quero apenas meia hora sozinho com os animais que o arrastaram por sete quilômetros. Só meia hora.

Apesar da indignação geral - e de minha indignação particular, que é insuportável - vamos separar o joio do trigo. Melhor dizendo, separar a retórica demagógica da vontade real de mudar as coisas.

Assim que souberam do crime monstruoso, deputados e senadores colocaram na ordem do dia "pacotes contra a violência". O alcaide de São Paulo, Gilberto Kassab, que outro dia quase bateu num manifestante, passou a liderar uma campanha contra a volência.

Gran Circo Brasil.

Acredito que a idéia de que um jovem passa a ser responsável por seus atos no dia em que completa 18 anos, é anacrônica. Devemos mudar isso. Cuidadosamente. Pensando nas alternativas possíveis, envolvendo no debate psicólogos, educadores, pessoas que trabalham com a recuperação de adolescentes infratores. As vítimas dos "de menor". E toda a sociedade, de forma geral. Muita calma nessa hora.

Reduzir a maioridade penal e aumentar as penas previstas, pode satisfazer nosso desejo por vingança. Mas não resolverá o problema da violência.

Ou alguém acredita que um bandido deixará de cometer um crime porque a pena prevista passou de vinte anos de prisão para vinte e cinco anos? Que tipo de raciocínio é esse?

"20 anos até que dava pra encarar, mas 25 ficou pesado. Vou abandonar o crime".

O lance não é a pena. É a certeza da punição. Para isso, mais do que mudar a legislação, é preciso ampliar - e muito - a polícia investigativa, melhorar os salarios e condições de trabalho dos policiais, investir - muita grana - em novos recursos técnicos e em informatização. Disso nossas Excelências não se lembraram. Gastar dói.

Afinal de contas, como disse o sociólogo Emir Sader:

"A sociedade tem que olhar para esses crimes como quem olha para o espelho, e se perguntar: que sociedade é essa que produz esse tipo de meninos? E não como quem olha pela janela, como algo alheio. "

13 fevereiro, 2007

Bacaroço

Os vereadores de Sorocaba aprovaram nesta terça-feira por unanimidade o projeto que disciplina o uso de piercing na cidade. Aprovada em segunda votação, a nova lei permite apenas a maiores de 18 anos o uso de piercings e tatuagens. Se sancionada, a nova legislação irá multar em R$ 1 mil aqueles que não cumprirem as regras.

Em pauta na próxima sessão um projeto que proíbe o uso de cuecas azuis aos sábados.

Comer um soldado russo?

Uma organização de direitos humanos da Rússia disse que soldados do Exército do país estão sendo obrigados a se prostituir em São Petersburgo. A organização Mães dos Soldados disse ter recebido a denúncia de pais de um dos soldados russos, que teria sido obrigado a trabalhar como prostituto.

A porta-voz da ONG, Ella Polyakova, disse à BBC que em São Petersburgo existe "uma rede de pessoas" que paga para ter relações sexuais com soldados.

O que a vodca não faz com as pessoas. Dizem que um dos soldados prepara um livro sobre sua experiência:

Iuri Surfistinha.

Estou de volta pro meu aconchego...

Jefferson Peres abandona a oposição ao governo Lula.

A oposição perdeu hoje um de seus principais representantes no Senado. Depois de participar de um encontro do seu partido com o presidente Lula, o senador Jefferson Peres (PDT-AM) anunciou que não está mais na oposição. A reunião com Lula foi para tratar do "espaço" que o PDT deve ter neste segundo mandato de Lula.

No encontro com Lula, Peres ressaltou que passou quatro anos fazendo oposição ao governo, mas que concordava com dois pontos fundamentais da gestão petista: as políticas econômica e a social. "Quando todo mundo gritava pela aceleração da queda de juros, eu dizia que ele estava certo. Lula teve a lucidez de entregar a política econômica ao Banco Central e hoje ele sinalizou que isso não vai mudar. O Bolsa Família é um bom programa, embora ache que deveria ter uma porta de saída".

Companheiro, a "porta de saída" é se filiar ao PDT e tentar um ministério, melhor dizendo, um "espaço" no governo.

Na minha terra "espaço" é conhecido como boquinha, teta, colocação. E coisas piores.

Revogaram a lei áurea

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, por 304 a 146 votos, a emenda do senador Ney Suassuna ao Projeto de Lei 6.272 de 2005. A emenda diminui poderes dos fiscais de trabalho, uma vez que obriga qualquer decisão sobre o reconhecimento de relações trabalhistas a passar primeiro pela Justiça do Trabalho.

Tal emenda, como já disse em postagem abaixo, foi feita para atender os interesses das grandes empresas de comunicação. Na prática, tornou impossível o combate ao trabalho escravo.

Gran Circo Brasil.


Jesus Cristo resolver atender as suplicas dos cariocas, vai se candidatar a prefeito.


Quem sabe com Cristo o Rio não volta ser a cidade maravilhosa!!

Dedo humano é encontrado em chocolate

Depois que um pernanbucano encontrou uma perereca dentro de um picolé; e da bala perdida achada dentro de um pãozinho numa padaria carioca. Agora, um alemão deu uma mordidinha num dedo humano que recheava uma barra de chocolate italiano.

"Ele encontrou um dedo completo, com unha, bem no meio da barra", disse o porta-voz da polícia da cidade de Mainz, perto de Frankfurt.

"Havia nozes no chocolate e por isso foi difícil notar a diferença", explicou o policial. O dedo está sendo examinado por especialistas forenses.

O homem de 28 anos estava em choque quando levou a barra de chocolate para a polícia depois que um médico de família confirmou sua desconfiança.

Fonte: Reuters

12 fevereiro, 2007

Clique sobre a imagem!
Um evento imperdível para quem vive, trabalha ou simplesmente gosta de Sorocaba.

11 fevereiro, 2007

A imprensa e o trabalho escravo

O projeto de lei nº 6.272/05, que cria a "Super Receita", contém uma emenda impedindo auditores fiscais do trabalho de reconhecerem vínculos de emprego entre patrões e empregados. A emenda prevê que apenas a Justiça do Trabalho estaria autorizada a dizer se uma pessoa é ou não empregada de outra. Sua votação está prevista para hoje, dia 12, na Câmara dos Deputados.

Na prática, a nova lei inviabiliza fiscalizações nos casos de trabalho escravo. Se uma equipe de funcionários públicos encontrar trabalhadores sem carteira assinada numa fazenda, o empregador pode simplesmente alegar que as pessoas ali não têm vínculo com ele. E só caberia à Justiça do Trabalho, caso algum empregado entrasse com uma ação judicial, definir quem tem razão: o empregador ou a equipe de fiscalização. Os auditores estariam impossibilitados de aplicar autos de infração, que hoje constituem um dos instrumentos mais importantes no combate à escravidão.

A emenda, apesar de agradar fazendeiros inescrupulosos, não foi proposta por eles.

O então senador Ney Suassuna alegou que apresentou essa emenda atendendo a pedido de empresas de comunicação, que costumam utilizar serviços de jornalistas colaboradores na forma de pessoas jurídicas. O artifício isenta os veículos de comunicação do pagamento de encargos trabalhistas.

Mercadante quer Fundo Ambiental

O senador Aloizio Mercadante propôs ao Senado a criação de um fundo ambiental para combater a deterioração provocada pelo efeito estufa. Seria financiado por um imposto de até 1% sobre o valor das importações.

O tributo incidiria sobre produtos que causam dano ao meio ambiente e que têm alto impacto na formação do efeito estufa. Em contrapartida, seria isentados os produtos ecologicamente sustentáveis. Por exemplo, equipamentos de energia solar e combustíveis à base de biodieesel e etanol.

A idéia do senador é ambiciosa. Sugere uma articulação com outros países, para que o fundo tenha abrangência mundial.

Pelas contas de Mercadante, uma vez criado, o imposto ambiental de 1% teria efeitos residuais sobre a taxa de inflação e a balança de pagamentos dos países. O Brasil, por exemplo, tem uma pauta de importações de cerca de US$ 120 bilhões. O que resultaria numa arrecadação para o fundo ambiental de algo entre U$ 1 bilhão e US$ 1,5 bilhão. “Pode não resolver o problema da deterioração ambiental, mas é um valor substantivo para começar uma política eficiente”.

fonte: blog do Josias de Souza

Portugueses aprovam a descriminalização do aborto

Os eleitores portugueses aprovaram neste domingo a descriminalização do aborto por uma maioria de mais de 59%, segundo os resultados oficiais publicados depois da apuração.

O "não" teve 40,74% dos votos, enquanto que a participação ficou em 43,62%, ou seja, 3,8 milhões de eleitores de um total de 8,7 milhões de inscritos.

A participação não alcançou 50% do exigido para transformar o resultado numa decisão vinculante, mas o primeiro-ministro socialista, José Sócrates, assegurou que a lei será modificada.

"A interrupção voluntária da gravidez até as dez semanas praticada por uma mulher num centro de saúde autorizado deixará de ser um crime", declarou Sócrates durante uma entrevista coletiva.

Eduquem-se os meninos, e não será necessário castigar os homens.
Pitágoras
Mais de 40 países pediram neste sábado a criação de uma nova organização nas Nações Unidas para discutir políticas ambientais. A proposta foi feita na cerimônia de encerramento da conferência internacional "Cidadãos da Terra", em Paris, como um grito mundial para o combate contra a degradação ambiental do planeta.
O medo da crescente ameaça do aquecimento global levou vários participantes da conferência a apoiar a criação de um novo organismo de regulação e fiscalização dos países que ainda adotam práticas que afetam o ambiente. "É nossa responsabilidade. O futuro da humanidade depende disso", afirmou o presidente francês Jacques Chirac, num apelo para que a questão ambiental esteja no centro das decisões e das iniciativas do planeta.
Chirac falou aos conferencistas um dia depois da divulgação do relatório elaborado pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), divulgado na sexta-feira em Paris. O documento aponta a escalada do aquecimento global como conseqüência direta e inequívoca da ação do homem. Segundo o documento, a Terra terá um aumento real de temperatura de 1,8 a 4 graus centígrados apenas no século 21, e que por decorrência disso o mar terá um aumento de volume de até 58 centímetros.
O texto também prevê o aumento da incidência de fenômenos meteorológicos devastadores, como as fortes tempestades e os tornados inesperados que assolam a Flórida desde sexta-feira. O relatório afirma ainda que ações rápidas e de extensão global são, mais do que nunca, imprescindíveis.
Mas nem todos viram com bons olhos a idéia de uma agência global com poderes para definir e aplicar leis ambientais. Os principais poluidores do planeta - incluindo os Estados Unidos, China e Índia - não ofereceram apoio à idéia. Segundo eles, a Organização das Nações Unidas (ONU) já possui um órgão regulador dedicado à questão, o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (Pnuma), criado em 1972 e cuja sede fica na capital do Quênia, Nairóbi.

09 fevereiro, 2007

Daniel Lopes curtindo seu final de semana!!!!!


Prevendo um cataclismo no planeta os noruegueses decidiram construir uma "Arca de Noé", para preservar o modo de vida na Terra.

Esta sendo escavada uma camara de 120 metros em uma rocha, no arquepelogo norueguês Svalbard, a construção fica a 130 metros do nivel do mar.

Os idelializadores pretendem armazenar as principais espécies de animais e vegetais, além de livros e obras de artes.

"Esperamos que não reptam o erro de noé, que deixou entrar na arca um casal de tucanos, espécie dispensável na Terra".

Mensagem ao Partido

Foi divulgado hoje a versão final do documento "Mensagem ao Partido", destinado aos debates do III Congresso do PT.

Para ler o documento, clique aqui.

Entre outros, assinam a "Mensagem":
Amélia Cohn, socióloga
Ana Júlia Carepa, governadora do Pará
Elói Pietá, prefeito de Guarulhos
Ermínia Maricatto, arquiteta
José Eduardo Cardozo, dep. fed. SP
Juarez Guimarães, cientista político
Lindberg Farias, prefeito de Nova Iguaçu (RJ)
Liszt Vieira, ambientalista
Luís Felipe Alencastro, historiador
Luizianne Lins, prefeita de Fortaleza
Marcelo Deda, Governador de Sergipe
Marilena Chaui, filósofa
Miguel Rosseto, DN
Nabil Bonduki, arquiteto
Olivio Dutra, presidente do PT/RS
Paul Singer, DN
Paulo Teixeira, dep. fed. SP
Paulo Vannuchi, cientista político
Ramon Szermeta, Sec.Juv.PT-SP
Raul Pont, dep. est. PT-RS
Renato Janine Ribeiro, filósofo
Ricardo de Azevedo, sociólogo
Simão Pedro, dep.est SP
Soninha, vereadora PT-SP
Tarso Genro, ex presidente nacional do PT
Wellington Dias, governador do Piauí
Zilah Abramo, socióloga

08 fevereiro, 2007

O PFL virou PD. Mas continua o mesmo.

O PFL mudou de nome. Agora será PD - Partido Democrático. Continuará sendo um antro de reacionários, descendente direto da Arena.

Segundo a lenda, o PFL chegou ao poder quando Pedro Álvares Cabral invadiu o Brasil. Em 2002, com a eleição de Lula, perdeu a boquinha.

Aprovado nesta quinta pela Executiva do PFL, o novo nome (PD) encontra-se pendente de confirmação da convenção do partido, marcada para 28 de março. O passo seguinte será a troca de comando. Sai Jorge Bornhausen. Entra, se tudo correr como planejado, um presidente mais jovem. Rodrigo Maia (RJ) ou ACM Neto (BA), por exemplo.

Tudo novo: o neto do ACM ou o filho do Cesar Maia.

Celso Lungaretti

Vale a pena conferir o artigo de Celso Lungaretti - Houve uma vez um jornalista: PAULO FRANCIS (1930-1997) - para o Observatório da Imprensa, publicado no último dia 6 de Fevereiro, onde é lembrada a importância do jornalista Paulo Francis e o pouco destaque dado pela mídia à passagem dos 10 anos de seu falecimento.


Celso Lungaretti é jornalista e ex-militante da VPR (Vanguarda Popular Revolucionária).
O prefeito Kassab Ninguém Conhece Ninguém Viu, contratou uma equipe de acessores para tornar sua imagem conhecida, já de olho nas eleições de 2008.

A equipe optou por uma imagem agressiva.

Depois de agredir sem-teto e chamar um aposentado de vagabundo, qual será o próximo evento?

Chutar a imagem de Nossa Senhora na tv?

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Sorocaba passou por um debate bastante intenso e tenso, relacionado ao retorno do Jorjão das Laranjeiras.
Jorjão foi vereador pelo PT, em 1996, e, durante seu mandato, decidiu se transferir para o PSDB, partido da situação. Em 2000, não conseguiu se reeleger. Em 2004, foi para o PV, onde também não conseguiu se eleger.
Segunda-feira última, o Diretório entendeu, por um voto e com muitas ausências, reintegrá-lo ao partido. Reinaldo e eu participamos. Fomos contrários à entrada.
É inegável que o processo foi democrático. Houve debates, todos que quiseram se posicionaram. Creio que dizer aqui o que foi discutido ou quem e como votou é um erro.
Acho legítimo que as pessoas, se assim entenderem, entrem com recurso. Está disposto no estatuto.
Para mim, este fato está superado. Entendo que a decisão do diretório local deve ser soberana.
Receberei o Jorjão com muito respeito.
E ponto final!

07 fevereiro, 2007

De volta para casa

"O retorno da UNE para a praia do Flamengo, nº 132, no Rio de Janeiro, tem recebido diversas manifestações de solidariedade. O acampamento erguido no terreno desde a última quinta-feira (01) receberá hoje a visita do ator Paulo Betti, às 17h.

O acampamento, hoje, possui 100 barracas onde estão alojados 150 estudantes de todos os estados do Brasil. Já visitaram o acampamento o ministro do Esporte, Orlando Silva (ex-presidente da UNE); o boxeador Acelino de Freitas Popó; o Vice-governador, Luis Fernando Pezão; o artista plástico e ex-senador, Abdias Nascimento; a atriz Vera Holtz; o cineasta Zózimo Bulbul; o músico Marcelo Yuka; o escritor Arthur Poerner; e o ex-deputado federal Raimundo Oliveira.

fonte: boletim da UNE

A ditadura militar destruiu a sede da UNE, proibiu a existência da organização e prendeu seus dirigentes.

A entidade recuperou o direito de existir, vários de seus dirigentes foram eleitos para o parlamento. O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB), foi presidente da Câmara dos Deputados e - ainda que durante pouco tempo - ocupou a Presidência da República.

Agora a UNE volta para casa. A nova sede será um projeto de Oscar Niemeyer. A última vitória contra a ditadura.

Atendendo aos apelos da sociedade, nossos distintos deputados foram além da diminuição dos seus salários, fizeram voto de pobreza.

06 fevereiro, 2007

Jorge capadócio
ou
The return of the big George from orange tree
ou
Quem tem juízo obedece
ou
Sangue, suor e lágrimas
ou
A luta continua


Jorge sentou praça
na cavalaria.

E eles estão felizes
porque também são da sua companhia.

Eles estão vestidos
com as roupas
e as armas de Jorge.

Para que seus inimigos tenham pés
e não os alcancem.
Para que seus inimigos tenham mãos
e não os toquem.
Para que seus inimigos tenham olhos
e não os vejam.

E apenas um pensamento eles possam ter
para fazer o mal.

Armas de fogo
meu corpo não alcançarão.

Facas e espadas
se quebrem
sem o meu corpo tocar.
Cordas e correntes
arrebentem
sem o meu corpo amarrar.

Pois eles estão vestidos
com as roupas
e as armas de Jorge.

Jorge é Capadócio.

Salve Jorge!
Salve Jorge!
Salve Jorge!
Ontem fui questionado por um professor sobre o retorno do Zé Dirceu, de pronto não soube responder, pois ainda não tinha refletido no que isso pode acarretar.

O PT sofre hoje de um mal chamado tendências, que divide e enfraquece o partido, essas tendências não tem nada de democráticas, na verdade defendem seus interesses e na maioria das vezes interesses eleitoreiros.

O Zé colaborou muito para construção desse PT atual, onde luta-se por um mandato, e quando se consegue, são feitos acordos escusos para se manter. Distanciam-se das bases e esquecem que somos um partido de trabalhadores e de massa.

Hoje responderia ao meu querido professor, que espero profundamente que o Zé não volte, e aqueles que acreditam e lutam por uma mudança no rumo desse partido façam algo para impedir.

Pois os erros existem para mostrar o que não deu certo, persistir neles é uma demonstração de burrice!

São Jorge ou melhor Santo Expedito nos proteja!!!!!
Esta noite não vai acabar... a lua ainda esta cheia, e o Jorge faturou, a minha estrela, que sempre foi vermelha, hoje amarelou.

E só o que me conforta é ouvir Raul Seixas:

Lua bonita
Me faz aborrecimento
Ver São Jorge no jumento
Pisando no teu clarão
Pra que cassaste com um homem tão sisudo
Que come dorme faz tudo, dentro do seu coração?

Lua Bonita se tu ouvisses meus conselhos
Vai ouvir pois sou alheio,
Quem te fala é meu amor

Deixa São Jorge no seu jubaio amuntado
E vem cá para o meu lado
Pra gente viver sem dor.

05 fevereiro, 2007


Depois de tudo, virou santo!
Mas não em meu nome!!!
Amém!

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PFL), se irritou, gritou e expulsou um manifestante da AMA (Assistência Médica Ambulatorial) Pereira Barreto, na região de Pirituba (zona norte), nesta segunda-feira.
Kassab, que participava da inauguração da unidade, foi surpreendido pelo homem, que protestava contra o serviço de saúde e contra a Lei Cidade Limpa, que proíbe a publicidade exterior nas ruas da cidade.O manifestante --que seria proprietário de um carro de som-- foi retirado da unidade sob gritos do prefeito. "Saia daqui! Respeite os doentes", dizia Kassab.
O homem, que foi empurrado para fora da unidade de saúde, negou ter ido à unidade para protestar e disse que procurava uma consulta com um dentista. Segundo ele, o encontro com o prefeito foi uma coincidência.De acordo com a administração municipal, a prefeitura decidiu denunciá-lo por fazer manifestação em lugar impróprio.


Nopróximo dia 11, os portugueses vão as urnas para referendar a descriminalização do aborto. Segundo estimativas, são realizados por ano de 20 a 40 mil abortos, entre 2001 e 2005 deram entrada nos hospitais da União Européia cerca de 28.000 situações identificadas como aborto espontâneo, quando na verdade trata-se de abortos clandestinos como tem advertido a Organização Mundial de Saúde.

A campanha pelo Sim vem sendo encabeçada pelo Partido Comunista Português, e como parte da campanha foi lançado o livro “SIM! Despenalizar o aborto. Proteger a maternidade e paternidade. Garantir o planejamento familiar e a educação sexual”, o autor Jerónimo de Sousa destacou que o livro, «não esgotando todos os ângulos de abordagem do problema do aborto clandestino, é, contudo, um olhar atual e diversificado sobre o significado político, social e humano da continuada sujeição das mulheres ao aborto clandestino; sobre as conseqüências da privatização em curso na saúde e os retrocessos na saúde sexual e reprodutiva; a acessibilidade à contracepção, à pílula do dia seguinte e à pílula abortiva».


O PCP argumenta que “cabe ao Estado eliminar a criminalização do aborto e a garantia de uma interrupção voluntária da gravidez feita em condições de segurança, mas cabe-lhe, igualmente fazer cumprir direitos constitucionais que garantam à mulher e ao casal decidirem sobre o momento e o número de filhos que desejam ou podem ter. Tal como lhe cabe assegurar e garantir a proteção da função social da maternidade-paternidade – no plano laboral, da saúde, do ensino, da segurança social.
Garantias que se estendem à oferta de uma rede pública de equipamentos sociais de apoio à família – creches e jardins-de-infância de qualidade e a preços acessíveis – e igualmente assegurar a independência econômica dos agregados familiares, promovendo a justiça social, assegurando a igualdade de oportunidades e operando as necessárias correções das desigualdades na distribuição da riqueza e do rendimento nacional, a par da promoção dos direitos da criança, 11 de Fevereiro é preciso derrotar a hipocrisia!”.

04 fevereiro, 2007

Soneto do Decoro Parlamentar

O ilustre senador é um sem-vergonha!
– O quê?! Vossa Excelência é que é safado!
E os dois parlamentares, no Senado,
disputam palavrão que descomponha.
Um grita que o colega usa maconha.
Responde este que aquele outro é viado.
Até que alguém aparte, em alto brado
anima-se a sessão que era enfadonha.
Inútil tentativa, a da bancada,
de a tempo separar o par briguento:
aos tapas, se engalfinham por um nada...
Imagem sem pudor do Parlamento,
são ambos mais sinceros que quem brada:
– Da pecha de larápio me inocento!
O número excessivo de condomínios fechados em Sorocaba reflete o quanto somos socialmente desiguais.

Especialistas, há muito, relacionam o surgimento de condomínios fechados com a crise do capitalismo. Para permanecerem seguros, a classe média alta e a alta, escondem-se em verdadeiras fortalezas, com soldados privatizados.

Enquanto isso, as pessoas mais humildes se digladiam, na busca de sobrevivência, e também usam de violência contra àqueles que tem muitas posses, restando a fuga daqueles, para tais espaços.

Desta feita, estabelece-se o colápso, a barbárie.

Em Sorocaba, os condomínios fechados estão aniquilando quaisquer formas organizadas de urbanização.

Instalam-se em lugares distantes, nos conhecidos bolsões-vazios, contrariando às orientações dos especialistas em urbanização, que defendem cidades compactas.

Assim, entendem que numa região em que existam, suponhamos, 3 famílias que ocupem um espaço relativamente grande; antes de "espalhar" as pessoas por toda a cidade, impossibilitando transporte, educação, saneamento básico, inclusão digital etc, compensam com a destruíção destas casas e a construção de prédios, indenizando estas famílias com apartamentos, e permitindo que as outras pessoas possam morar em regiões já urbanizadas.

Apenas uma missa

A Assembléia Legislativa de São Paulo está investigando os detalhes da contratação das empreiteiras que compõem o Consórcio Via Amarela, responsável pelo desastre na Linha 4 do metrô paulistano. Uma curiosidade salta à vista: vários deputados da comissão responsável pelos trabalhos receberam doações financeiras daquelas construtoras na última campanha eleitoral. São todas doações legais e os dados estão disponíveis nas prestações de contas junto ao TSE.

Da base governista: Orlando Morando (PSDB), vice-presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos, Arnaldo Jardim (PPS, agora eleito deputado federal), vice-presidente da Comissão de Transportes e Comunicações, Roberto Morais (PPS) e Jorge Caruso (PMDB). A oposição tem também quatro representantes que receberam dinheiro: Sebastião Arcanjo (PT, não reeleito), presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos, José Zico Prado (PT), Simão Pedro (PT) e Adriano Diogo (PT).

Apesar da coloração partidária indicar um possível equilíbrio político, quem mais arrecadou foram os governistas. O deputado que recebeu a contribuição mais expressiva foi Jorge Caruso (PMDB), da Comissão de Transportes e Comunicações. Ele arrecadou R$ 200 mil das empreiteiras. O valor representa 57% do total recebido pelo parlamentar, que teve R$ 349,89 mil como receita bruta de campanha.

Orlando Morando (PSDB) recebeu R$ 150 mil da OAS. Arnaldo Jardim (PPS) arrecadou R$ 50 mil da Camargo e R$ 100 mil da OAS. Por último, Roberto Morais (PPS) obteve R$ 40 mil da Camargo Corrêa. No total, a bancada ligada ao palácio dos Bandeirantes recebeu R$ 540 mil.

A ala petista arrecadou R$ 270 mil no total, assim divididos: Adriano Diogo R$ 140 mil (R$ 90 mil da Camargo Corrêa e R$ 50 mil da OAS), José Zico Prado R$ 90 mil da Camargo Corrêa, Simão Pedro, R$ 20 mil da Braskem (Odebrecht) e Sebastião Arcanjo R$ 20 mil da Braskem (Odebrecht).

fonte: Agência Carta Maior

A tal comissão foi criada para substituir uma CPI, proposta pelo PT e que teria maiores poderes e condições de apurar as causas do famigerado "buraco do Serra".

Diante de tais revelações, a investigação já acabou. Os deputados mencionados não têm condições políticas ou éticas para investigar as construtoras.

Reze-se uma missa pelas vítimas e esqueça-se do resto.
"O PT e os 27 anos de democracia petista" é o artigo que Ricardo Berzoíni escreveu à Folha de São Paulo de hoje (domingo). Aos militantes de esquerda, é leitura obrigatória.
Berzoíni volta a falar de socialismo democrático e reconhece o PT como partido de esquerda, enfim, coisas que eu jamais imaginaria que um dirigente petista escreveria num jornal conservador como a Folha. Defende o PAC e a necessidade de Reforma Política, dentre outras coisas.

Enfermeira lista 20 médicos como supostos pais de seu filho

A enfermeira, identificada somente como Merima F., deu à luz um menino saudável no mês passado. Ela pediu à direção do Hospital Kosevo que realizasse exames de paternidade para identificar o pai da criança, informou a revista Slobodna Bosna.

"Os rumores existem, mas aqui no hospital o que se diz é que a lista contém 15 nomes, e não 20. Entretanto, não temos nenhuma informação oficial e estamos investigando o caso", disse Biljana Andric, porta-voz do hospital, em conversa com a Associated Press.

Andric confirmou que uma enfermeira de nome Merima trabalha no hospital e que recentemente teve um filho, mas recusou-se a entrar em detalhes.

De acordo com Slobodna Bosna, a lista de Merima é "impressionante" e inclui alguns dos médicos mais destacados de Sarajevo.

A revista publicou que Merima explica sua promiscuidade com a alegação de que "todos os pais potenciais haviam prometido solucionar seus problemas financeiros".

fonte:
Gisele Fagundes - IG Mundo

Nota de esclarecimento:

Fábio Correa, colaborador deste blog, apesar de sua justificada fama, não tem qualquer envolvimento nesse episódio. O filho não é dele.

Apesar de seu brilhante score, contabilizando dezenas de incautas abatidas, do setor de limpeza ao centro cirúrgico, passando pelo departamento pessoal e incluindo, até mesmo, pacientes desavisadas; desta vez - e talvez apenas desta vez - Fábio é inocente.

A enfermeira Bósnia-Herzegovina afirmou que
"todos os pais potenciais haviam prometido solucionar seus problemas financeiros". Portanto, Fábio está excluído.

Mensagem ao PT

O documento "Mensagem ao PT", elaborado pelo ministro das relações institucionais, Tarso Genro, destina-se aos debates do III Congresso do PT e conta com apoio de lideranças como Paulo Vanuchi, atual ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos; Miguel Rosseto, ex-ministro da Reforma Agrária; Gabriel Cohn, professor da USP; a filósofa Marilena Chauí e o deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP).

Promete colocar fogo na discussão, principalmente ao propor, abertamente, a substituição dos atuais dirigentes - e do próprio grupo majoritário - do partido.

"(...)
11. A necessidade de reconstruir e assim refundar o Partido dos Trabalhadores é uma aspiração da nossa base militante. É exigência de uma crise interna, que se tornou pública durante o Governo Lula. É também impulsionada pela falência das experiências gestadas no século passado, em nome do socialismo e da social-democracia. Origina-se igualmente também da imposição de novas formas de exploração e alienação advindas da terceira revolução industrial capitalista, cujas conquistas científicas e culturais devem ser apropriadas por toda a humanidade. Como partido de esquerda socialista, o PT, embora projeto original forjado pelas lutas dos trabalhadores brasileiros e por lideranças de amplos setores da sociedade, foi também atingido pela crise de projetos da esquerda mundial.

12. O PT viveu uma crise de corrupção programática e ética, não apenas conjuntural e não apenas decorrente de desvios comportamentais ou de pequenos abusos de poder e de confiança. Decorreu de concepções equivocadas na condução de distintas estratégias eleitorais, do distanciamento das organizações de base e do mundo do trabalho, e de um crescente desinteresse pela utopia socialista. A superação dessa crise profunda não envolve apenas mudanças na direção e na política. Exige revolucionar a estrutura de organização partidária e reencontrar sua identidade programática. Exige restabelecer a ligação vital do Partido com os movimentos sociais, com os sindicatos, cooperativas e associações de trabalhadores, hoje fragilizada pela insuficiente presença dos seus representantes nas instâncias de direção e de base do Partido. Para superar essa crise deve ser devolvido o poder de decisão dentro do Partido aos militantes de base, que, em sua maioria, representam essas lutas.

13. É preciso, além disso, instituir no Partido uma sustentação financeira transparente e controlada pelos petistas, que dependa, predominantemente, de suas próprias contribuições. É preciso repudiar a eternização das “profissionalizações”, que transformam militantes profissionais em integrantes conservadores do aparato partidário cuja preocupação passa a ser a sobrevivência no próprio aparato.
(..)"



Qualquer semelhança, é mera coincidência!!!

03 fevereiro, 2007

O verdadeiro buraco da Previdência

Depois que o governo federal, ao abrir a "caixa preta" da Previdência Social, demonstrou que o problema não é fiscal ou de arrecadação como desejam os epígonos neoliberais, deve-se considerar, com seriedade, a grande questão que se coloca para o futuro do sistema previdenciário no Brasil: os trabalhadores informais.

Ocorreu, entre 1980 e 2004, uma perda de segurados da ordem de seis pontos percentuais e hoje o número de contribuintes não chega à metade da população ativa. Trabalhadores informais não segurados somam 48% da população ativa.

Em breve, contingentes cada vez maiores de trabalhadores informais, não contribuintes da Previdência, chegarão à idade de receber - ou depender - de benefícios previdenciários ou assistenciais.

Se não encontrarmos uma fórmula para integrar os chamados "informais" ao sistema previdenciário, teremos uma catástrofe do ponto de vista social. Milhões de trabalhadores, em idade avançada, sem condições de coseguir trabalho e sem direito à benefícios previdenciários.

A culpa é do Sadam

Um terrorista suicida matou 135 pessoas neste sábado em Bagdá, após entrar em um mercado xiita com um caminhão carregado com uma tonelada de explosivos. A polícia informou que há mais de 300 feridos.

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, atribuiu o atentado a partidários de Saddam Hussein.

Mas Sadam Hussein não foi enforcado?

Mesmo assim pode ser o responsável pelos atentados?!?!?!
Descansem o meu leito solitário
Na floresta dos homens esquecida,
À sombra de uma cruz, e escrevam nelas
— Foi poeta — sonhou — e amou na vida.—

Alvares de Azevedo
Verso do poema Lembrança de morrer.
Um dos poemas mais bonitos que já li.

Em 04 de junho de 1898 nasceu Virgulino Ferreira da Silva, na fazenda Ingazeira de propriedade de seus pais, no Vale do Pajeú, em Pernambuco, terceiro filho de José Ferreira da Silva e D. Maria Lopes.

Virgulino foi batizado aos três meses de nascido, na capela do povoado de São Francisco, sendo seus padrinhos os avós maternos: Manuel Pedro Lopes e D. Maria Jacosa Vieira. A cerimônia foi oficiada por Padre Quincas, que profetizou:
- "Virgulino - explicou o padre - vem de vírgula, quer dizer, pausa, parada." E arregalando os olhos:
- "Quem sabe, o sertão inteiro e talvez o mundo vão parar de admiração por ele".

À influência educativa dos pais, que nunca cessou, acrescentou-se a de sua avó - a "Mulher Rendeira" - a quem o menino admirava quando ela, com incrível rapidez das mãos, trocando e batendo os bilros na almofada e mudando os espinhos e furos, tecia rendas e bicos de fino lavor.

Até entrar para o cangaço, Virgulino e seus irmãos eram pessoas comuns, pacíficos sertanejos, que viviam do trabalho (trabalhavam muito como qualquer sertanejo) na fazenda e na feira onde iam vender suas mercadorias. Virgulino Ferreira da Silva na certa seria sempre um homem comum, se fatos acontecidos com ele e sua família não o tivessem praticamente obrigado a optar pelo cangaço como saída para realizar sua vingança. Viveu no cangaço durante anos, vindo a falecer numa emboscada, na fazenda Angicos, no estado de Alagoas.

02 fevereiro, 2007

"(...) existem duas coisas que a burguesia sabe fazer: dinheiro e filhas." (Rodrigo do blog Sorry Periferia)

Deu no Leão Lobo ou no Nelson Rubens

La Conga!!!

A Gretchen, a musa dos adolescentes da década de 80, acabou de se separar do seu 994º marido.
Mas agora, de forma inteligente, antes de separar, transformou em realidade nossos desejos mais primitivos!!!
Conga, la conga! Conga, conga, conga!
"Há várias esquerdas hoje na América Latina"
Em entrevista à Carta Maior, o secretário de Relações Internacionais do PT, Valter Pomar, analisa o novo mapa político da América Latina. Segundo ele, há uma inegável perda de espaço do neoliberalismo e da pressão dos EUA sobre a região, mas as alternativas a este modelo ainda não conseguiram surgir como um movimento com traços comuns.
Confira na íntegra:

Certa vez, ouvi numa reunião do PT, que a esquerda jamais deveria ter líderes, mas referências. Era o professor Olival, filósofo, professor e fundador do PT. Justificava que o ideal que se direciona a um líder, finda com tua morte, mas a fidelidade a um projeto, persiste aos tempos.
Nunca esqueci!
Indubitavelmente, este senhor em poses meigas aí em cima, foi um dos grandes formadores políticos que houve em minha vida.
Foi meu professor em 98 e 99. Declaradamente de esquerda, lecionava geografia e atualidades. Intelectual sem "fazer força" e palmeirense fanático!
Formado em história pela USP, era um dos poucos que tinha verdadeira paciência de nos aconselhar. Até hoje!
Naturalmente tímido, revelava-se em sala de aula.
Aldeia Giramundo é seu blog, direcionado aos seus alunos, e com bons artigos políticos. De posição. Opinativo!
Acessem:

www.aldeiagiramundo.blogspot.com

Após observar sua presença nos coments deste blog, senti necessidade de apresentá-lo aos leitores. Não fique bravo, professor!
A Folha de São Paulo de hoje está com um artigo bem legal sobre os direitos humanos dos povos indígenas, de Hélio Bicudo.

Aquecimento global

O relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU culpa a ação do homem pelo aquecimento global e prevê um cenário de catástrofe ambiental.

"Concentrações de dióxido de carbono, metano e óxido nitroso aumentaram notavelmente como resultado das atividades humanas desde 1750, e agora excedem, em muito, os valores (anteriores)", diz o relatório.

"Os aumentos globais na concentração de dióxido de carbono se devem, sobretudo, ao uso de combustíveis fósseis e mudanças no manejo da terra, enquanto o aumento de metano e óxido nitroso se deve primordialmente à agricultura."

O documento diz que, até o fim deste século, a temperatura da Terra pode subir de 1,8ºC até 4ºC.

O derretimento das camadas polares deve fazer com que os oceanos se elevem entre 18 cm e 58 cm até 2100, dizem os cientistas. Além disso, tufões e secas devem se tornar mais intensos.

Durante toda a semana, mais de 500 cientistas e representantes governamentais se reuniram a portas fechadas na sede da Unesco, em Paris, para concluir e aprovar o texto sobre as constatações científicas em relação ao aquecimento global.

fonte: BBC-Brasil.com