31 março, 2006

Serra anuncia candidatura ao governo de SP


SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), anunciou na tarde desta sexta-feira que deixa o cargo para concorrer ao governo de São Paulo. O vice-prefeito, Gilberto Kassab (PFL), assume a Prefeitura até 2008. "Eu me convenci de que o melhor para a cidade é assegurar os padrões de parceria entre o Governo do Estado e Prefeitura de São Paulo", disse Serra. "Foi a decisão mais difícil da minha vida, mas foi a decisão correta".



Já prevendo a onda de críticas que irá receber por ter largado a administração municipal com apenas um ano e meio de mandato, Serra afirmou que em quinze meses à frente da Prefeitura, conseguiu fazer mais do que muita gente fez em 4 anos. "Não só nós escolhemos as lutas, como elas também nos escolhem. Precisamos ter coragem para aceitá-las", disse.

Durante o primeiro turno da campanha à prefeitura, Serra se comprometeu publicamente a não renunciar ao cargo para entrar em outra disputa eleitoral, num debate na TV Record. Veja o vídeo.

Na ocasião, o mediador Boris Casoy perguntou a todos os candidatos se eles se comprometeriam a não abandonar o mandato por uma candidatura nas próximas eleições. "Alguns adversários falam que eu vou abandonar a prefeitura para disputar a presidência, ou o governo do Estado, mas isso é mentira. Meu compromisso é governar bem a cidade por quatro anos", afirmou Serra na época.

Casoy ainda replicou, e perguntou se o atual prefeito recomendaria que seus eleitores nunca mais votassem nele, caso ele quebrasse a promessa. "Assumo este compromisso nos termos que você disse", respondeu Serra, de maneira evasiva.

Alguns analistas, no entanto, apostam que Serra contiua na briga pela Presidência. Deixou a prefeitura, alegando que desputará o governo do estado, para estar pronto, caso Alckimin seja arrasado pelas denúncias de corrupção contra seu governo. Denúncias que, segundo as más línguas, foram vazadas pela equipe de Serra.

2 comentários:

Léo Paiva disse...

Serra, "prefeitão por 4 anos",como diz meu amigo Daniel, abandonou os paulistanos, como prevíamos, mas não seus eleitores, que nele confiaram.
Espero ques esta atitude signifique o fim destas mentiras e escândalos, que a partir de agora, todos encarem os cidadãos como seres humanos e não um bando de acéfalos. Inclusive as pessoas do meu partido, o PT.

Bruna disse...

e tb caro amigo q todos lembrem q é o atual prefeito de São Paulo... Kassab alguem lembra?? escandalos??? não claro q nao ...brasileiro tem memoria curta!!!!

Abraços!!!!