26 junho, 2006

Cristovam Buarque no Roda Viva


O programa Roda Viva, desta segunda-feira (26/06/2006), entrevista o candidato à presidência da república do PDT, Senador Cristovam Buarque, às 22h30.

Cristovam Buarque é engenheiro mecânico, formado pela Universidade Federal de Pernambuco, e doutor em Economia pela Sorbonne. Trabalhou no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, e é professor da Universidade de Brasília.

Entre 1995 e 1998 governou o Distrito Federal e em 2002 elegeu-se senador pelo PT. Assumiu o Ministério da Educação em janeiro de 2003 e permaneceu no cargo por um ano. No MEC, defendeu que a educação não é apenas um serviço ou direito assistencial, e sim a única maneira de construir um país moderno, solidário e eficiente.

4 comentários:

Anônimo disse...

Faltou falar que em 2006, ele mostrou a cara: TRAÍRA!!!
Abandonou o PT na primeira tubulência da barca e migrou pro PDT, onde teria visibilidade suficiente para ser candidato a Presidente (personalista!!!) .

Traíra - Graças a Deus! disse...

É isso aí...
Quem não gosta do PT é traíra!
Quem trabalha com ética é traíra!
Quem não recebe mensalão também é traíra!
Quem sabe alguma coisa é traíra! (Claro, porque Presidente bom não sabe de nada...)
Viva a trairagem!!!
Porque se ética, coragem, trabalho sério e vergonha na cara forem sinônimos de trairagem, eu também sou traíra! E com muito orgulho!!!

PS.: Anonimo, assim como o Presidente o senhor também é mal informado. Cristovam foi para o PDT em 2005 (se fosse em 2006 não poderia ser candidato a nada esse ano).
Outra observação é que ele não saiu somente porque se viu diante da primeira "turbulência" no PT. Saiu do PT (pra sorte dele) porque foi sumariamente demitido por telefone por um Presidente que, assim como o senhor, não sabe de nada...

CCCP disse...

Olha Traíra, só posso dizer que, modestamente, só eu teria feito melhor...rsrsrsr. Praticamente vc fez suas as minhas palavras ! Parabéns ! KKKKKKKKKK.

Agora, não se pode negar que a petizada é hilária: barca com turbulência é a primeira vez que eu ouço falar... De qqr maneira, a premonição do Cristovão Buarque se confirmou: se era barca, fez água e afundou e se era mesmo turbulência, o avião caiu e salvou-se apenas (até agora) o piloto, que quando perguntado sobre o ocorrido, só sabe balbuciar "eu não sei de nada, eu não vi nada, eles me traíram...", mas mesmo assim insiste em dizer que "nuncanastóriadessepaís" houve um piloto como ele. Ainda não divulgaram todo o conteúdo da caixa-preta...

Anônimo disse...

Enquanto uns latem, a caravana passa...
Lula outra vez!!!