09 julho, 2006

Lula promove 6 milhões de eleitores para a classe C

FERNANDO CANZIAN
da Folha de S.Paulo

O governo Lula produziu uma melhora considerável na classificação econômica dos eleitores a partir de 2003, revela pesquisa Datafolha. Cerca de 6 milhões de eleitores saíram da classe D/E. A maioria migrou para a C. Praticamente a metade dos 125,9 milhões de eleitores (49%) considera hoje que sua situação econômica vai melhorar.

Ao mesmo tempo, houve um aumento no consumo, sobretudo de alimentos --37% dos eleitores passaram a consumir mais desde 2003. A melhora na renda se dá por uma combinação de cenário econômico positivo e forte aumento do gasto público dirigido aos mais pobres. Na contramão, há queda nos investimentos em infra-estrutura e dúvidas sobre a sustentabilidade da atual política "pró-pobres".

A pesquisa também questionou os eleitores sobre a participação em programas sociais do governo, como o Bolsa-Família. Os maiores aumentos de consumo (de alimentos, CDs piratas ou perfume, por exemplo) foram detectados entre membros da classe C que participam ou que têm alguém da família incluído nos programas. Entre esses eleitores, 52% consumiram mais alimentos nos últimos três anos, contra 37% na média geral. Os menores percentuais de aumento de consumo foram detectados na classe D/E.

Mesmo assim, é aí que está concentrada a maior força eleitoral de Lula e, segundo algumas análises, a maior taxa de aumento da renda nos últimos anos. Dentre os D/E que participam de algum programa social, Lula chega a ter 65% da preferência dos eleitores, contra 27% de Alckmin. Os D/E e C também são os mais otimistas em relação ao futuro.

Um comentário:

CCCP disse...

Fala Gato-mestre!!

Vc e o Cabeção são mesmo os mais legítimos representasntes da escola Rubens Ricúpero de política hein, Reinaldão ?: "o que é bom é gente mostra, o que não é a gente esconde". Pega uma edição da Folha de São Paulo, que em 99% do tempo "é comprada, de direita, parcial" porque informa sobre as cagadas do governo companheiro. De repente, quando a notícia é do tipo palatável (quando lida sem maior detimento), mostram pra todo mundo . Afinal, a Folha presta ou não presta ? E o aumento de quase 100% de patrimônio do Lula, não merece um comentário ? É isso ai, companheiro, o cinismo ainda vai dominar o mundo. Unidos venceremos !!!!!