16 novembro, 2006

Aqui na Gordolândia, o que não falta é inspiração.
Estou a ler um livro sobre a China, do período pós-revolução econômica, iniciada na década de 70.
Interessantíssimo!!!
O crescimento da China assusta, assim como a exploração, as dificuldades para acesso a Saúde e à Educação pública, gratuita e de qualidade, advindas de sua abertura econômica.
É escrito por uma brasileria que morou durante um ano lá, ela destaca a inovadora e avançadíssima reforma urbana implementada pelo governo chinês, suas consequências, como o êxodo rural; tendo muitos camponeses indo trabalhar de pedreiros, nos grandes centros urbanos, sem mínima dignidade. Destaca também que a China de Mao, do ponto de vista social, era infinitamente melhor, baseando-se em relatos.
Quase estou no meio do livro, e passo a refletir se valeu a pena a abertura econômica e a implementação do tal "socialismo de mercado"...
Em paralelo, leitura obrigatória de todos os de esquerda; o texto de Celso Ming, no Estadão de hoje, 16 de novembro. Gostaria inclusive de saber a opinião dos meus companheiros Fabio e Reinaldo, através de postagem. Chama-se Ambigüidades Petistas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Na gordolandia o lema é "Coma o que eu digo, mas não coma o que eu como" e pague em dia...

Daniel Lopes disse...

É mais ou menos por aí!!!
hehehehhe