15 novembro, 2006

Destruição do Meio Ambiente no Júlio de Mesquita Filho










A Prefeitura de Sorocaba, sem ouvir a comunidade do bairro Júlio de Mesquita Filho, esta construíndo uma pista de motocross.

Para tanto, realiza uma intensa destruição de área de proteção ambiental, no córrego localizado atrás da Escola Antonio Vieira Campos. Em 1996, a quadra dessa mesma escola, veio abaixo, devido ao aterramento de uma nascente. Em 2001, como fruto do acordo para a construção do Carrefour Sônia Maria, foi realizado o plantio de aproximadamente 7 mil mudas de árvores nativas, nesta mesma área.

A Associação dos Amigos dos Bairros do Júlio de Mesquita Filho, já fez uma representação ao Ministério Publico Ambiental de Sorocaba e também já acionou a Policia Ambiental. Segundo informações de moradores, concessionárias de motos de Sorocaba estariam apoiando esta devastação ambiental. A Área de Preservação Permanente que por lei é de 60 metros, a partir das nascentes e das beiras dos córregos, já foi em sua maioria destruída. È a contribuição da Prefeitura de Sorocaba, na destruição do meio ambiente e do desrespeito a a legislação ambiental.

É fundamental o apoio de todos os defensores do meio ambiente para levar essa luta adiante.

Envie e-mail para os jornais, rádios e Tvs; para a Camara de Vereadores e para a Prefeitura, demonstrando sua indignação.

Um comentário:

Carlos Marques disse...

É inaceitável que o poder publico proceda dessa forma. Devemos conviver com o meio ambiente, realizar as obras que forem necessárias, mas sempre levando em consideração seu impacto ambiental. Ou nossos filhos viverão num deserto.