03 março, 2007

Gente bonita

Manoel Carlos, autor da novela “Páginas da Vida”, que acabou ontem, conseguiu se superar, ela acabou do mesmo jeito que começou - quase sem conflitos -, entediante.
Uma produção que se resumiu em mostrar como a elite é bonita e feliz.

O escritor de “Laços de Família” e “Historias de Amor” mostrou que sabe extrair muito bem o que quer de seus personagens, ou seja, reproduzir na tela a sua visão idealizada da elite carioca: caridosa, feliz e digna.

Os pobres só aparecem na hora de receber um agrado do mocinho ou da mocinha. Toda mulher tem um marido rico e banana e estão sempre suspirando por um amor do passado.

Mas, o que me irrita é aquele ar de benevolência que ele dá às socialites, todo mundo na novela tem que ter aquele sorriso falso (alá Geraldo Alckimin) ao mesmo tempo, retrata seus empregados como lacaios, muitas vezes você não sabe se foram inspirados naquelas mucamas amáveis da literatura romântica ou se foi em alegres cachorrinhos de rua - tive a impressão de ter visto um personagem abanar o rabo.

Helena, personagem de Regina Duarte (a atriz de uma nota só), mereceu o troféu Tucano de semblante mais falso da televisão brasileira, aliás, aquele papel sem sal é o único que ela sabe fazer.

7 comentários:

Reinaldo disse...

O "inconsciente coletivo" da classe média brasileira foi construído pelas novelas da rede Globo de Televisão, ao longo das últimas décadas.

Parece "teoria da conspiração", mas não é.

Tais novelas trouxeram até alguns elementos positivos, como a tolerância com os homossexuais, o combate ao racismo - apenas ao racismo declarado.

Mas, certamente, a grande contribuição foi negativa, disseminando um pensamento pseudo-politicamente-correto, completamente estéril, tucano, nefasto.

Reinaldo disse...

gente bonita, para a Globo é "gente branca".

Ou negros "esclarecidos", com tudo que isso possa significar.

Tucano Reacionário disse...

Ual!!!!
O blog está evoluidíssimo!
Comentaristas de novela???

OK, OK, vou destilar meu veneno...

O próximo passo será as alfinetadas nas pessoas que não se vestem bem?

Anônimo disse...

Além de reacionário é ignorante

L. Archilla disse...

já que tocou no assunto "Regina Duarte": eu me sinto ofendida a cada elogio que fazem a essa mulher. seja como pessoa, seja como atriz - e em particular neste último aspecto, já que também sou. sua interpretação se resume a inclicanções de cabeça para um lado ou para o outro, variando entre sobrancelhas pra cima ou pra baixo, com os cantos da boca acompanhando. patético é pouco.

L. Archilla disse...

aaaahhh, e como pude me esquecer de comentar?
por que em absolutamente todo final de novela, todo mundo tem que terminar casado? gente solteira não pode ser feliz? chega a ser absurdo todo mocinho(a) encontrar um príncipe/princesa encantado(a) que surge do nada com a única finalidade de fazer companhia pro solteiro carente. cinderella e branca de neve perdem longe!

Fábio Correa disse...

O tucano disse nos comments de outra postagem que as novelas não tem importância, eu acho que tem.

Concordo com o Reinaldo quando ele diz que as novelas da Globo são, também, responsáveis pela formação de conciência da classe média e de parte da elite.

Acredito, inclusive, que a formação política dos "tucanos reacionários" é dada pelas novelas, vai ver que é por isso que eles não gostam que falemos mal delas.