23 maio, 2007

Ainda sobre a navalha

O Blog do Noblat divulgou uma conversa bastante esclarecedora entre Zuleido Veras, dono da empreiteira Gautama e o jornalista Cláudio Humberto.

Zuleido Veras liga para o jornalista Cláudio Humberto em 7 de julho de 2006 para agradecer a publicação de uma nota em sua coluna que o favorece.

Zuleido: Cláudio?

Humberto: É.

Zuleido: Parabéns, tá?

Humberto: Ficou bom?

Zuleido: Muito bom.

Humberto: Você não imagina a choradeira, viu?

Zuleido: Foi (risos).

Humberto: Rapaz, mas foi pela madrugada.

Zuleido: A hora que bateu na internet, foi?

Humberto: Foi. Rapaz, a coisa é mais grave. O cara tá lá comprando ministros, foi expulso de uma sala. Eu dei a coisa mais amena possível.

Zuleido: Aquela frase final foi terrível.

Humberto: É bom porque constrange, né?

Zuleido: Tá bom, meu amigo. Parabéns, obrigado.

Humberto: Às suas ordens, viu?"


Cláudio Humberto, O jornalista e porta-voz do governo Fernando Collor, escreve uma coluna para 36 jornais de 25 Estados, que totalizam mais três milhões de exemplares. Tem um blog com acesso médio mensal, em 2006, foi de 3,5 milhões de visitantes únicos.

A relação pecaminosa de empreiteiros e políticos não é exclusiva. Também atinge grande parte da imprensa e do judiciário.

Como já disse na postagem anterior, é urgente a criação de uma "Lei Geral das Propinas" para disciplinar a roubalheira.

Além dos 10% para os políticos, também é bom reservar algum para as "verbas publicitárias".

Um comentário:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.