18 agosto, 2007

Cansei da Philips - quebra-quebra no Piaui

Entidades estudantis organizaram hoje uma manifestação contra os produtos da Philips no Piauí. Eles quebraram televisores, DVDs e aparelhos de som da marca em praça pública e pediram um boicote à empresa.

O ato foi realizado em repúdio às declarações do presidente da Philips do Brasil, Paulo Zottolo, que disse que se o Piauí deixasse de existir ninguém iria se chatear com isso. A afirmação foi publicada no jornal Valor Econômico.

Para os estudantes, Paulo Zottolo deveria conhecer o Estado ao invés de proferir "declarações estapafúrdias" sobre o Piauí. "Nós vamos criar um movimento para que a população nordestina boicote os produtos da Philips. Cansamos de ser discriminados. Vai ter o movimento 'Cansei da Philips'", comentou José Eduardo Alemão, presidente da União da Juventude Socialista (UJS) no Piauí.

2 comentários:

Fábio Correa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fábio Correa disse...

Tenho visto muita manifestação de racismo e xenofobia e declarações estapafúrdias da elite no movimento Cansei.

Num ato do Cansei um trabalhador que passava pela rua teria questionado Hebe Camargo pelo apoio financeiro que ela deu à Paulo Maluf, Hebe então teria respondido que ela pelo menos tinha dinheiro, enquanto ele [trabalhador]...