06 outubro, 2006

Marco Aurélio Garcia é o novo presidente do PT

O deputado federal Ricardo Berzoini (SP) se licenciou do cargo nesta sexta-feira, por tempo indeterminado, até que o caso do dossiê contra tucanos seja esclarecido.

Ao mesmo tempo, a Executiva Nacional do PT argumentou que a tentativa de compra do dossiê, que causou um estrago político considerável na campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi uma ação de petistas que agiram totalmente à revelia do partido.

"Os filiados envolvidos nessa negociação não consultaram a direção do PT, não consultaram a coordenação de campanha e não consultaram os candidatos do partido. Portanto, desrespeitaram as normas básicas de convivência num partido democrático", afirma nota da Executiva Nacional da legenda. "Os filiados que assim agiram... estão politicamente expulsos do PT."

"Prefiro atuar como militante e deputado neste momento", declarou Berzoini, eleito para a presidência da legenda há um ano.

A presidência será assumida agora por Marco Aurélio Garcia, primeiro vice-presidente da legenda e atual coordenador da campanha à reeleição de Lula.

2 comentários:

O Petista disse...

Marco Aurélio é um dos intelectuais do PT, um dos ideólogos do governo Lula. Ao contrário de Berzoini, que veio da burocracia sindical.

Parece ser a melhor escolha.

Fábio Correa disse...

A burocracia sindical tá mesmo em descrédito.

burocracia sindical pode ser uma forma de identificar a corrente majoritária do partido, neste caso, seria até um eufemismo