20 novembro, 2006

Dia da Consciência Negra

Hoje é o dia da Consciência Negra. Alguns conhecidos, durante a semana passada, questionaram-me: "por que não existe um dia da consciência branca?"

À esses boçais, apenas posso esclarecer que os brancos, em sua maioria, vieram para o Brasil como colonizadores. Na pior das hipóteses, vieram como imigrantes. De qualquer forma, de livre e espontânea vontade.

Já os negros foram caçados, capturados, amarrados, jogados no porão de navios, submetidos a uma travessia oceânica infernal. Depois foram vendidos como escravos, submetidos a castigos físicos.

Acredito que já deu para entender.

Aproveitando a data, recomendo a leitura da entrevista de Matilde Ribeiro, Ministra-Chefe da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. A criação da secretaria é um fato inédito em nossa história, marcada por um racismo dissimulado.

Entre outras afirmações contundentes da Ministra:
"É melhor ter brancos ressentidos do que não ter negros na universidade."

Ao ser perguntada sobre como de distingue preto do branco num país como esse:
"A polícia sabe."

Vale a pena ler. Na revista Caros Amigos de novembro.

4 comentários:

Carlos Marques disse...

Marina Silva - empregada doméstica.

Matilde Ribeiro - empregada doméstica.

Luiz Inácio Lula da Silva - torneiro mecânico.

Entre outros casos.

É por isso que esse governo incomoda tanto às elites.

Almeida disse...

Hoje deveria ser dia da consciêcia HUMANA...só.

Miss Supahstah disse...

Acho que não é legal separar negros de brancos num país tão miscigenado quanto o nosso...
Que seja dia da Consciência Humana mesmo, que os humanos nunca mais escravizem outros... seja lá de que raça/etnia for...

Anônimo disse...

bom meu camarada é isto viva zumbi, e democracia racial pregada por g.freire por incrivel que pareça ainda tenta se sustentar, mas o brasil tá mudando e o homem tá trabalhando ta ai o decreto de 2003 para a titulação das comunidades quilombolas no brasil, é isto encomoda a elite, é o estado brasileiro pagando sua divida historica com a comunidade negra agora que venha as cotas etnicas e sociais nas universidades publicas brasileiras, pois nas privadas o prouni já começou a interagir para que se constitua, mas não depende só do gioverno mas tambem de nós amadureçer o ME para que seja capaz de se somar nesta luta.
um abraço