27 dezembro, 2006

Carta ao Presidente da Coordenação dos Movimentos Sociais

Reivindicam as seguintes mudanças:
1.Em relação à política econômica: crescimento com distribuição de renda e universalização dos serviços públicos
2.Desenvolvimento sustentável
3.O direito à educação
4.Os direitos sociais (Todos estes itens estão detalhados na carta)
5.A situação da saúde pública
6.Reforma Política
7.Democratizar o Poder
8.Defesa da soberania nacional

Finaliza da seguinte maneira:

Senhor Presidente, Sabemos das dificuldades naturais que o governo enfrenta. Mas chegou a hora do governo fazer uma clara opção de priorizar em todas as suas medidas, seja da política econômica, da política internacional, enfim de cada um dos seus ministérios, a atenção para as camadas mais pobres de nossa população, que são ampla maioria e que foram seus eleitores. É necessário que o Estado seja um agente da justiça social. O Estado precisa usar suas políticas para, em nome da sociedade, combater a pobreza, a desigualdade social e o desemprego, as três maiores chagas sociais que atingem o nosso povo. Esperamos que o compromisso político, público, assumido principalmente com os mais pobres nas últimas eleições, seja integralmente cumprido.
De nossa parte, Sr. Presidente, os movimentos sociais que compõem a CMS reafirmam sua determinação de estarem mobilizados e lutar ? na cidade e no campo - pelas transformações sociais, políticas e econômicas que o país precisa e o povo brasileiro tanto necessita. Este é o nosso compromisso.

Um comentário:

almeida2.blig.ig.com.br disse...

Que o presidente se sensibilize...