15 dezembro, 2006

Ladrões

Foi aprovado o aumento dos salários dos parlamentares. A partir do próximo ano, deputados e senadores receberão R$ 24.500,00 (atualmente os parlamentares ganham R$ 12.847,00 por mês), o que corresponde ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e é o teto do funcionalismo público federal. A decisão vai provocar, somente na Câmara dos Deputados, um gasto extra de R$ 157 milhões.

Ao mesmo tempo, os parlamentares discutem um reajuste de aproximadamente R$ 25,00 (isso mesmo, vinte e cinco reais) para o salário mínimo.

Já ouvi várias justificativas para esse reajuste inexplicável. Uma delas seria de que, com um salário maior, os deputados e senadores não precisariam receber mensalão, ou "auxílio não periódico para manter bom com relacionamento com o poder executivo", como queiram.

É o fim da picada.

Se tal argumento tiver qualquer base na realidade, os congressistas precisam de tratamento. Um clínica para recuperar gente desonesta, corruptos e sem vergonhas em geral.

2 comentários:

Anônimo disse...

Acho que nem com choque esses camaradas vão aprender.

Daniel Lopes disse...

É de suma importância destacar a posição contrária ao aumento de PT e Psol.
A Globo, com sua imparcialidade de direita, divulgou em milésimos de segundo, a posição contrária dos dois partidos.