11 dezembro, 2006

"Motosserracross"

Com o título acima, o editorial do jornal Cruzeiro de Sul aborda a questão da pista de motocross, construída no bairro Júlio de Mesquita Filho, em área de preservação ambiental.

Segundo o editorialista, "Se a Prefeitura, de fato, pôs abaixo uma pequena floresta para fazer a pista, o fato desde já se inscreve na história da cidade como uma das ações mais desastradas do Poder do Público, em todos os tempos."

Ao que consta, no domingo, apesar de ordem judicial proibindo qualquer atividade no local, foi realizada uma prova de motocross. "Ao arrepio da lei". Tal fato foi confirmado por moradores do bairro.

Diante de tal constatação, deve-se punir, com o máximo rigor, os responsáveis. Em especial, o responsável maior, o Prefeito Vitor Lippi.

Caso contrário, ninguém mais está obrigado a obedecer as leis e acatar ordens judiciais.

Faça o que tu queres, pois é tudo da lei. O lema da sociedade alternativa servirá para justificar os novos devastadores.

2 comentários:

Fábio Correa disse...

Muita gente tem argumentado que esta área estava abandonada, inclusive o dono do trator que abriu a pista deixou um recado no meu orkut - injuriado, acontece que é uma área de preservação defendida por lei e não tem por onde se argumntar, a prefeitura poderia ter construído esta pista em vários outros lugares.

Alexandre Leite Proença disse...

Boa tarde, a tod@s.


Quero postar dois tópicos:


1) Muitas pessoas, acham que aquilo é puro mato. Mas na realidade é a mata em recuperação. Pois existe um ciclo de recuperação: vegetação rasteira, arbustos, arvores de médio porte, árvores de grande porte. E isso leva tempo.
Realmente, existem entulho, na beira da rua. Mas é função da prefeitura limpar a área. E colocar fiscais, para mudar quem continua-se com essa ação.
Em 1994, a Prefeitura de Sorocaba, transformou parte da área em depósito de entulho. Atividade, barrada pelo Ministério Publico Ambiental, em 1996. Nessa época a Prefeitura de Sorocaba, se comprometeu em recuperar ambientalmente esta área.


2) Na área de plantio de mudas, ainda não existem árvores, pois as mudas estão crescendo. Elas só se tornariam árvores adultas, daqui a 10 anos.