12 dezembro, 2006

"Se você conhece uma pessoa muito idosa que seja de esquerda, é porque ela está com problemas. E se você conhece uma pessoa muito nova que é de direita, ela também esta com problemas. Quando a gente tem 60 anos, é a idade do ponto de equilíbrio, porque a gente não é nem um nem outro. A gente se transforma no caminho do meio, aquele caminho que precisa ser seguido pela sociedade".
"É que agora sou amigo do Delfim Netto. Passei 20 e poucos anos criticando o Delfim e agora ele é meu amigo e eu sou amigo dele"
Meu Deus do céu!!!
Não dá pra acreditar!!!
É vergonhoso para a esquerda e para o PT!!!
Pois, digo:
"Delfim é meu amigo,
Delfim é meu colega.
Farei com ele,
o que o cavalo fez com a égua!"
E o Lula que pare de falar merda!!!

5 comentários:

Reinaldo disse...

O Lula, mais uma vez, deve estar fazendo média. Ele sabe muito bem que quem garantiu sua reeleição foi a esquerda Brasileira, esquerda política e partidária, da qual ele faz parte.

Mas faço uma observação: se o Lula consegue se expressar com facilidade e falar diretamente ao povo mais simples, em contrapartida, ele próprio, eventualmente, é simplista demais em algumas colocações e demasiadamente conciliador, acreditando que esta postura "Paz e Amor" agrade mais.

Nesse sentido, é uma influência negativa para os trabalhadores.

Não precisamos de um Presidente que nos diga que não há esquerda ou direita. Há sim. E os trabalhadores devem saber, com clareza, quem representa e defende seus interesses.

Afinal, quem colocou o homem lá? Agora, ao trabalho.

Tucano Reacionário disse...

LULLA E SEUS COMPANHEIROS SÃO OS "SEX PISTOLS" DA ESQUERDA - OS TRAIDORES DO MOVIMENTO.

EU JÁ SABIA!

Stefany Magalhaes disse...

Decepcionante as afirmações feitas por ele neste discurso, toda a sua trajetória política foi alicerçada em movimentos esquerdista, a exemplo dos metalúrgicos e das Diretas-Já... E a agora, que lhe é confiada mais uma vez a presidência, ele subentende a pouca eficácia dos movimentos esquerdistas. Talvez a essência de ser esquerdista esteja justamente em enxergar no sistema vigente as melhorias que correspondem aos anseios da população... quem sabe seja isso que ele esteja de fato querendo ocultar. Protesto, acordos, discussões que antes eram vistos com bons olhos, será que agora vão implicar em apenas concessões?

Stefany Magalhaes disse...

Decepcionante as afirmações feitas por ele neste discurso, toda a sua trajetória política foi alicerçada em movimentos esquerdista, a exemplo dos metalúrgicos e das Diretas-Já... E a agora, que lhe é confiada mais uma vez a presidência, ele subentende a pouca eficácia dos movimentos esquerdistas. Talvez a essência de ser esquerdista esteja justamente em enxergar no sistema vigente as melhorias que correspondem aos anseios da população... quem sabe seja isso que ele esteja de fato querendo ocultar. Protesto, acordos, discussões que antes eram vistos com bons olhos, será que agora vão implicar em apenas concessões?

Atílio de Oliveira disse...

É isso mesmo quanto menos ele falar melhor.