16 agosto, 2007

Conhecer Sorocaba

Depois de ler as últimas postagens do Fábio, me ocorreu que Sorocaba não dispõe de dados públicos, em quantidade e qualidade suficiente, para auxiliar os que buscam encontrar soluções para os graves problemas de nossa cidade e região.

Deixo uma sugestão: que os futuros candidatos a prefeito considerem a possibilidade de se criar uma fundação, com dotação orçamentária própria e, com recursos públicos e da iniciativa privada, portanto, livre das pressões dos governantes de plantão.

Tal fundação se dedicaria a reunir dados sobre nossa cidade, do ponto de vista econômico, social, geográfico, histórico, etc. E também a oferecer bolsas de estudo e auxílio financeiro a pesquisadores que desejem realizar trabalhos sobre nossa realidade.

O fruto desse trabalho seria usado pela Prefeitura para implementar suas políticas públicas e para que empresas e organizações sociais possam melhor planejar e realizar investimentos e outras ações.

6 comentários:

Fábio Correa disse...

Reinaldo, concordo contigo, é impressionante como não temos o mínimo de dados sobre históricos, sociologicos, educacionais e econômicos e ambientais.

Sorocaba é uma cidade que ocupa o oitavo lugar na economia do estado e não existe um pensamento sobre a cidade.

Um reflexo disso são as campannnhas eleitorais, todos os candidatos apresentam as mesmas propostas que são apresentadas desde o início da década de noventa.

E, no entanto, temos um grande número de cursos universitários nas mais diversas áreas, economia, história, geografia, esporte, direito, administração, medicina, engenharia ambiental.

O plano diretor da cidade foi colocado em prática sendo discutido apelas pela prefeitura e pelos empresários imobiliários.

Anônimo disse...

Os chamados programas de governo, via de regra, são apanhados de boas intenções. "Aumentar os recursos para educação, para saúde, para segurança, para cultura" ou proposta dizendo, vagamente, "vamos melhorar a educação, saúde, etc.".

Falta dizer como, de que forma, de onde virão os recursos, é uma mudança necessária. Será que faltam recursos ou é o caso de uma mudança de gestão, ou reorganização dos serviços?

Anônimo disse...

Na saúde por exemplo, não falta dinheiro.

O que falta é maior rigor com os médicos, que fazem de gato e sapato a população da cidade. Tendo 4 ou 5 empregos ao mesmo tempo, e atendendo muito mal.

É preciso acabar com esta máfia de branco e botar médicos criminosos na cadeia.

Reinaldo disse...

Não é apenas na saúde que o problema não é a falta de dinheiro.

Em quase todas as áreas da administração municipal - e também estadual e federal - o que falta é controle público sobre onde e como serão gastos os recursos disponíveis, além de uma disposição dos funcionários de acordo com as necessidades e não de acordo com interesses políticos.

É muito comum encontrar unidades da administração pública com extrema carência de funcionários e outras - melhor localizadas, ou de maior prestígio -, com gente batendo cabeça.

Acredito que a única forma de corrigir tal distorção é o chamado controle social e a criação de regras claras para o funcionalismo público.

A pessoas têm o direito de saber onde estão lotados os funcionários, o que fazem, quanto recebem e por quê, eventualmente, há um número muito maior de funcionários em uma área do que em outras.

Também deve haver uma limitação e controle rigoroso sobre os funcionários "de confiança" ou de "cargos de livre provimento". A população deve saber quantos são esses cargos, quem os ocupa, quanto recebe, o que fazem e onde podem ser encontrados.

Fábio Correa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
falso anonimo disse...

Falso Anônimo

Convivo entre médico e a respeito deste assunto posso dizer que existe uma certa quantidade de deles que só quer saber de ganhar dinheiro, mas o mal não é da medicina é do proprio sistema capitalista.

Esta é uma carreira aberta a burguesia, muitos estudantes entram na medicina com o único propósito de ganhar dinheiro, em Sorocaba eles chegam a trabalhar 500 horas mensais (como zumbi).

A medicina na rede municipal não é praticada.

Sorocaba é conhecida nacionalmente como uma das melhores cidades pra ganhar dinheiro com medicina, não existe saúde, existem postos de "emprego".

No entanto, existe uma grande quantidade de médicos realmete apaixonados pela profissão, que tentam a todo momento lutar contra esta corrente,a maioria é bem intencionada.

Há uma máfia muito grande que controla o setor desde a eleição de Flávio Chaves para prefeito da cidade, dai para cá a coisa tem ficado cada dia pior!

E às vezes, infelizmente, chego a duvidar que esta situação vá mudar em pouco tempo.

Minha grande espectativa era a eleição do Dr. Ismael para a Câmara e até agora e não se posicionou a respeito. Mas a esperança é a última que morre.