03 dezembro, 2007


Eu poderia falar do Chávez, das eleições internas do PT ou perguntar ao Reinaldo se ele já pegou a ditadura... Mas não! Hoje não!

Ontem foi um dos dias mais tristes da minha vida!

Sempre fui Corinthianíssimo!

Lembro das vezes em que chorava com as sucessivas derrotas do Corinthians para o Palmeiras Parmalat. Quando, pela primeira vez, emocionei-me com o Timão, em 1990. Ronaldo, Neto... quanta falta!

No dia em que o Corinthians perdeu sua última Libertadores, prometi a mim mesmo que nunca mais sofreria em jogos do Timão. Como se fosse uma guerra silenciosa com o Clube que aprendi a amar com meu pai. Sem perceber, a fim de que não sofresse mais, deixei de acompanhar os jogos, evitava saber os resultados.

Apenas ontem percebi isso. O dia hoje foi péssimo!

Na TV, ao observar um torcedor corinthiano segurando um cartaz com os seguintes dizeres: "Eu jamais te abandonarei!", segurei para não chorar. Chorar de raiva, de desgosto!

Entretanto, tive plena convicção de uma coisa: eu não consigo viver sem o Corinthians. Sem participar de teus jogos, sem acompanhar os campeonatos...

Retomarei o espírito torcedor! Vibrante! Que se chateia e se alegra com os resultados apresentados.

Corinthians faz parte da minha vida. Foi meu primeiro amor incondicional!
Estaremos sempre juntos!!!
Aqui tem um louco por você, Corinthians!!!

3 comentários:

Fábio Correa disse...

Daniel, a postagem anterior, a do Reinaldo, foi sem dúvida a melhor coisa que li hoje, mas esta sua sobre coringão foi a que mais me emocionou.

Anônimo disse...

Aqui tem um bando de porco,
rindo de ti Corinthians!

Anônimo disse...

Aqui tem um bando de porco,
rindo de ti corintia!