17 julho, 2007

Porque me ufano do Brasil e dos nossos motoristas de ônibus

Na Alemanha, motorista para ônibus para reclamar do decote de passageira

O decote de uma passageira provocou protestos do motorista de um ônibus em uma cidade do interior da Alemanha, que pediu a ela que trocasse de lugar ou saísse do veículo.

O caso ocorreu na cidade de Lindau am Bodensee, no extremo sul do país. A assistente de vendas Deborah Moscone, de 20 anos, estava sentada em um dos bancos da frente do ônibus vestindo uma camiseta que deixava à mostra boa parte de seus seios.

A imagem era bem visível no espelho retrovisor do motorista, que parou o veículo para reclamar do decote. O motorista disse a Deborah que a visão dos seios o estava incomodando e que ela colocava em risco a segurança dos demais passageiros do ônibus.

O Brasil não é um país sério. O Senado é presidido pelo Renan Calheiros, a Câmara dos Deputados não aceita qualquer tipo de reforma. Os tucanos, apesar de tudo, governam a província paulista há mais de 12 anos.

Mas aqui, tenho certeza, em nenhuma hipótese, um motorista de ônibus reclamaria do decote de uma passageira.

O Brasil é a pátria da dama do lotação!

2 comentários:

Anônimo disse...

Se decotes ousados fizessem parar o trânsito, no Brasil ninguém andava!

Alexandre disse...

Eu li a matéria toda, e o motorista tem razão.

Pois a cada hora que ele olhava o retrovisor, aparecia aqueles peitões.

E ele como todo bom ser humano, olhava primeiro aqueles seios, colocando em risco os passageiros.